Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Polícia mantém a prisão de grupo que planejava invadir fazenda em Santa Maria

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Continuam presos na Delegacia de Polícia de Redenção, sul do estado, Cristiano Ferreira dos Santos, Reginaldo Brito Farias, Agnaldo Gonçalves de Oliveira, Nivaldo Pereira Cunha e o sindicalista Pedro Luiz Augusto.

Na noite do último dia 30, o grupo foi flagrado, por policiais militares do Grupo Tático Operacional (GTO) e do 7º Batalhão de Policia Militar, no momento em que iniciava, juntamente com cerca de 80 pessoas, o deslocamento para o distrito de Casa de Tábuas, em Santa Maria das Barreiras, e lá invadir a fazenda Riachuelo (a 110 km de Redenção). O grupo foi autuado em flagrante por porte ilegal de armas e formação de quadrilha.


No momento da abordagem, a Polícia Militar constatou a existência de armas e munições de grosso calibre. De acordo com o segundo-sargento do GTO, Wilson Alves, o grupo estava concentrado na rua Paraná, setor Novo Horizonte, próximo ao antigo Fórum de Redenção. Uma casa serviu de base e lá foi encontrada parte do armamento e demais suprimentos; a outra parte das armas foi encontrada dentro dos veículos usados pela quadrilha. “Fomos informados da situação e acabamos apreendemos dois motoristas e três homens suspeitos, um deles considerado líder do grupo”, disse. As investigações estão sob a responsabilidade da Delegacia de Conflitos Agrários de Redenção (Deca).

Foram apreendidos dois ônibus, uma camionete, facões, uma escopeta, duas espingardas, uma carabina, munições, cápsulas deflagradas, cartuchos recarregados e frascos de pólvora, além de uma sacola com documentos de possível contabilidade do grupo, um dessas anotações, inclusive, com o timbre da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Pará (Fetagri).

Publicidade

Veja
Também