Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Polícia Militar prende dupla que “tocava o terror” em paradas de ônibus pela madrugada

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Não é de hoje que trabalhadores que desenvolvem suas atividades profissionais em áreas minerais, exploradas pela multinacional Vale são vítimas de bandidos que atuam principalmente pela madrugada em paradas de ônibus, onde os profissionais pegam os veículos para serem conduzidos para às minas.

As reclamações não são apenas de trabalhadores que embarcam nos veículos, mas também daqueles que desembarcam, e em muitas vezes, acabam sendo vítimas de meliantes que os abordam nas paradas e levam celulares, carteiras, dinheiros e outros vários pertences. Os vândalos usam revolveres, armas brancas e até mesmo são ignorantes ao ponto de partirem para agressões verbais e físicas.


Durante as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (28), homens da Polícia Militar conseguiram prender dois meliantes que estavam “tocando o terror” nas proximidades da Rua “C” com a “16”, no bairro Cidade Nova em Parauapebas.

Os acusados são Rodrigo Ferreira Meneses e Lucas Sousa Santos, ambos de 21 anos de idade. Com eles foram apreendidos vários objetos entre dinheiro, aparelhos celulares, arma branca, notebook, uma motocicleta, entre outros.

A prisão dos elementos foi feita pela Guarnição 2301 da Polícia Militar, que é composta pelo Sargento Gilberto e Soldado Antônio Marcos. Os acusados foram encaminhados para a 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas e ficarão à disposição da Justiça.

De acordo com o Sargento PM Mendonça “a Polícia Militar em Parauapebas tem se esforçado dando sua contribuição e os membros da sociedade têm que fazer sua parte, denunciando e confiando em nosso trabalho, dessa forma, vamos juntos transformar Parauapebas numa cidade segura”, relatou o policial, colocando à disposição da população o número (94) 99264-5348 para que denúncias diversas e chamadas de emergência possam ser feitas em qualquer hora.

Publicidade

Veja
Também