Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Polícia prende pedreiro que é acusado de aliciar menores em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O pedreiro César Lima Nonato, de 28 anos de idade, natural de Santa Inês, Maranhão, foi preso por volta das 23h30 de ontem, segunda-feira, 25, pela guarnição do sargento PM R. Matos e cabo PM N. Oliveira, acusado de aliciamento de menores.

Segundo informações, o caso vinha acontecendo com dois adolescentes, sendo um de 13 e outro de 15 anos de idade.


De acordo com informações repassadas ao Pebinha de Açúcar pelo sargento R. Matos, era por volta das 19h30 quando sua guarnição recebeu informação via Centro de Controle Operacional, (CCO), de uma situação de pedofilia que estaria acontecendo no bairro Nova Carajás, em Parauapebas.

Quando a polícia chegou na residência do denunciado o mesmo estava trancado com um adolescente. A tia da vítima contou para reportagem que já seria o segundo sobrinho dela que o acusado aliciava, porém, o caso só foi descoberto naquela noite quando a mãe das vítimas leu umas mensagens mandadas pelo acusado para o celular da vítima de 13 anos. Nas mensagens, o acusado César Lima pedia para que o rapaz enviasse para ele fotos sem roupas e de suas partes intimas. Nas mensagens ele também dizia que queria beijá-lo na boca. A segunda vítima do acusado tem 13 anos de idade e sofre de deficiência física.

De acordo com o sargento PM R. Matos, em uma conversa com o adolescente o mesmo teria lhe contado que já havia tido relação sexual com o acusado.

Nilva Araújo, tia das vítimas e coordenadora Municipal de Juventude da Prefeitura de Parauapebas, falou para nossa reportagem que o caso já vinha acontecendo há pelo menos três anos e que além do aliciamento em que as vítimas vinham sofrendo, também sofriam ameaças de morte por parte do acusado, caso suas vítimas o denunciassem.

A reportagem do Portal Pebinha de Açúcar tentou conversar com o acusado, entretanto o mesmo não quis falar sobre a acusação que pesa sobre ele.

Devido às ameaças contra a vítima de 13 anos, Nilva Araújo disse que seu sobrinho terá que ser acompanhado no dia a dia.

Preso, César Lima, responderá pelo artigo 217 do Código Penal Brasileiro por violência sexual contra menores de 14 anos, crime inafiançável.

Reportagem: Caetano Silva – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também