Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Polícia prende três pessoas acusadas de armazenar seis cabeças de onças dentro de freezer

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Polícia Militar de Curionópolis deflagrou nesta sexta-feira (26) uma operação que resultou na apreensão de vários armamentos fabricados de forma clandestina, além de carcaças de animais e aves silvestres mantidas em cativeiro. A ação teve início após a recepção de uma denúncia anônima dando conta da utilização de um comércio de fachada para a fabricação e venda de armas clandestinas no bairro Centro, naquele município.

A operação mobilizou equipes do 23º Batalhão, Grupamento Tático Operacional (GTO) e Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRV). No primeiro local alvo da ação os policiais estouraram uma fábrica clandestina de armas que funcionava nos fundos de uma serralheria e onde foram apreendidas 42 espingardas desmontadas de vários calibres, 12 espingardas montadas, um revólver calibre 38 desmontado e a quantia de R$ 807,00 em dinheiro.


Paralelamente, outra equipe fazia vistoria na casa do suposto dono da serralheria. No local foram encontrados carcaças de jacarés, seis cabeças de onças que estavam dentro de um freezer, além de pássaros silvestres. “O levantamento foi feito pelo setor de inteligência e os procedimentos ainda estão em curso. Este é apenas o balanço parcial. Ainda estamos fazendo a apresentação do restante do material apreendido”, informou o subcomandante do 23º Batalhão, major Alan Silva.

Até agora, três pessoas foram detidas, sendo elas: Francisco Evangelista, 68 anos de idade, Julio Cesar da Silva, 54, e Maria das Dores de Jesus Silva, 46. O caso está sendo apurado pela Delegacia de Parauapebas.

Reportagem: Cristiani Sousa

Publicidade

Veja
Também