Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Polícia se passa por “mulher atraente” no WhatsApp, marca encontro e captura ladrão em Parauapebas

Segundo Alexandre Ferreira dos Santos, escrivão na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, no dia do crime Leandro Gonçalves chegou a um estabelecimento oferecendo produtos cosméticos, mas não encontrou a proprietária. Aproveitando que as filhas dela estavam sozinhas, ele as rendeu com uma faca e roubou dois aparelhos celulares e uma aliança de ouro.

“Ele aguardou o momento oportuno e apresentou uma faca, anunciando assalto e trancando as vítimas no escritório”, informou o policial, acrescentando que Leandro informara ter vendido um dos aparelhos, perdido a aliança e decidira pegar o segundo aparelho para si, inserindo seu próprio chip e manteve conversas pelo WhatsApp.

Segundo ainda o escrivão de polícia, um colega da vítima, no entanto, identificou que havia ocorrido essa mudança e, se passando por uma mulher, criou outro perfil com a foto de uma mulher muito atraente. “Essa pessoa começou a conversar com Leandro, insinuando-se para ele. O suspeito caiu na conversa, marcou encontro e foi preso, de posse com o aparelho de celular”, relatou o policial.

Leandro Gonçalves caiu na "pegadinha" da Polícia de Parauapebas
Leandro Gonçalves caiu na “pegadinha” da Polícia de Parauapebas

Ouvido pela reportagem, Leandro assumiu o crime e disse ter pensado que estava conversando com alguém de seu círculo de amizades. “Não tenho muito que falar; devolvi tudo; estou preso. Ele usou umas fotos de uns amigos meus do Face e botou no perfil. Achei que era um conhecido meu e quando cheguei lá não era do meu pessoal, era a polícia”, lamentou.

Reportagem: Vela Preta / Waldyr Silva – Blog do Vela Preta

Qual sua reação para esta matéria?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Leia também no Portal Pebinha de Açúcar:

Deixe seu comentário