Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Pombo-correio usado por facção criminosa é capturado em presídio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Agentes penitenciários do Presídio de Segurança Máxima de Alagoas capturaram, na manhã deste sábado (3), um pombo-correio que era usado por uma facção criminosa dentro do sistema prisional de Maceió (Veja o vídeo acima).

Em nota encaminhada à imprensa a Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) disse que o uso do pássaro pelos detentos trata-se de uma tentativa de burlar a tecnologia de segurança implantada no sistema prisional, que vem dificultando a comunicação e práticas de ilícitos (Confira abaixo a nota na íntegra).


Nas imagens gravadas pelos agentes penitenciários do pombo-correio capturado é possível observar uma bolsa vermelha com inscrições que fazem referência a uma facção criminosa.

No entanto, no momento que o pássaro foi capturado a bolsa estava vazia e os agentes não souberam informar se ele já havia entregue alguma mensagem ou produto, como drogas, para algum detento.

Nota Seris

Os agentes prisionais do sistema penitenciário alagoano surpreenderam, na manhã deste sábado(3), um pombo, o animal foi interceptado na Penitenciária de Segurança Máxima.

Segundo os agentes de plantão, o objetivo dos apenados era utilizar a ave para realizar o transporte de ilícitos e/ou informações.

A Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) afirma que devido aos investimentos em tecnologia, como uso de bodyscan e raio X, além do desempenho dos agentes de plantonistas, os custodiados estão utilizando métodos arcaicos como meio de comunicação interna.

A Secretaria reafirma seu compromisso com o bem-estar social e a manutenção e preservação da ordem nas unidades prisionais do estado de Alagoas.

Publicidade

Veja
Também