Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Populares pedem a saída do prefeito Valmir e da Secretária de Habitação Maquivalda

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A manifestação realizada na manhã do último dia 2 de maio aconteceu por volta das 8h30min, onde líderes comunitários se reuniram com beneficiários do Programa Lote Urbanizado e pediram a saída do Prefeito de Parauapebas, senhor Valmir Mariano e da atual Secretária Municipal de Habitação Maquivalda Aguiar Barros.
De acordo com as lideranças comunitárias, a manifestação foi realizada em virtude de informações que foram vazadas da reunião do Prefeito Valmir Mariano com o Governador do Pará Simão Jatene, onde os manifestantes alegam que a Prefeitura de Parauapebas, através da Secretaria Municipal de Habitação irá mandar derrubar os barracos construídos na área.
Ainda de acordo com os manifestantes, na conversa com Simão Jatene, Valmir Mariano teria confidenciado ao governador que a intenção da prefeitura é de fazer outro plano habitacional na área.


Prefeitura tem parcela de culpa
Nos bairros Tropical I e II, onde estão os lotes do Programa Lote Urbanizado, o que se vê ultimamente são várias famílias que construíram barracos de qualquer maneira, o que deixou a área visualmente feia, porém, a Prefeitura de Parauapebas na gestão de Valmir Mariano tem sua parcela de culpa, até porque o projeto iniciado pelo então prefeito Darci Lermen previa a doação de kits de materiais de construções justamente para que barracos de maneiras não fosse construídos na área.

A líder comunitária Marilene Ferreira também esteve na manifestação contra o prefeito Valmir Mariano e a Secretária de Habitação Maquivalda Aguiar e disse aos populares que está preocupada com a forma que o Governo da Mudança está tratando os menos favorecidos. “Meus amigos, lutamos muito para ganhar esses lotes e vamos continuar lutando para ficar aqui, afinal, essa área é nossa. Não é a gente que tem que sair daqui, é o prefeito Valmir e a sua secretária Maquivalda que têm que sair do poder”, relatou.

Denúncia séria
Logo após a manifestação realizada na área do Tropical I e II, os populares se deslocaram para a Praça de Eventos no bairro Cidade Nova, onde na oportunidade se juntaram com Servidores Públicos que estão em greve e que também faziam manifestação reivindicando o aumento salarial.
De acordo com informações chegadas à reportagem, alguns motoristas de caçambas que prestam serviços para a Construtora CTC, que é contratada pela Prefeitura de Parauapebas, teriam levado vários manifestantes até a Praça de Eventos, e horas depois teriam sidos demitidos por terem dado carona aos manifestantes. A respeito desta denúncia a nossa equipe de reportagem enviou e-mail à Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Parauapebas e aguarda resposta para publicar na íntegra.

Publicidade

Veja
Também