Populares terão que sair de área pública ocupada no Bairro Nova Carajás

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Área é destinada a projetos habitacionais e utilizada também para o descarte de material das obras do Prosap, denominada de “Bota-fora”

Na manhã desta quinta-feira, 21, fiscais da prefeitura que atuam nas secretarias de Serviços Urbanos (Semurb) e de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), por meio da Guarda Municipal, notificaram os populares que ocupam irregularmente uma área pública localizada no bairro Nova Carajás.


A área é licenciada para uso e descarte de material das obras do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap).

A ação, iniciada às 8h30 de forma ordeira, foi acompanhada pelo servidor do programa, Moacir Patrício, que mantém o relacionamento e diálogo com a comunidade.

No local, foi identificado um dos líderes da ocupação, que imediatamente foi notificado. Ele assinou um documento que o responsabiliza pela ocupação. O documento também trata do comparecimento da liderança à Semurb no prazo de cinco dias úteis.

Representantes do Prosap também serão ouvidos pela coordenação de fiscalização da Semurb para que o processo de desocupação da área ocorra o mais breve possível, já que parte da área está sendo utilizada pelo Programa – área de “Bota-fora”.

Caso as famílias permaneçam na área, a Prefeitura de Parauapebas tomará as medidas cabíveis. Toda a atividade na manhã desta quinta-feira contou com o importante apoio dos gestores da Semsi, Denis Gabriel Assunção, e da Semurb, Morvan Cabral Abreu.

Publicidade

veja também