Prefeito Darci vai à Marabá buscar as primeiras doses da vacina contra a Covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Darci Lermen – Prefeito de Parauapebas

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se reuniu neste domingo (17) e decidiu pela autorização do uso emergencial de vacinas contra a Covid-19. O Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), parceira do consórcio Astrazeneca/Oxford, entraram com requerimentos de autorização em caráter emergencial para suas vacinas e receberam a recomendadas da área técnica da Anvisa.

A vacina de Oxford terá 2 milhões de doses requeridas para uso emergencial. Já a CoronaVac, desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, poderá ter seu uso aprovado ou rejeitado antes mesmo de sair a autorização definitiva.


Durante a manhã desta segunda-feira (18), Darci José Lermen, prefeito do município de Parauapebas, anunciou que está se deslocando até o município de Marabá, para garantir as primeiras doses da vacina.

“Hoje é um dia muito especial. Estou saindo para Marabá para receber as primeiras doses da CoronaVac. Vamos iniciar a vacinar primeiramente o pessoal da Saúde, idosos e índios. Nãos abemos ainda a quantidade certa de doses, mas estamos lutando para vacinar toda a nossa população. Se precisarmos, iremos comprar, temos dinheiro para isso, nos preparamos para isso”, relatou Darci Lermen.

ATUALIZAÇÃO:

Em conversa agora a pouco com o prefeito Darci Lermen, ele confirmou à equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar que as vacinas só chegarão amanhã em Marabá. Assim que as doses forem recebidas, imediatamente a Secretaria de Saúde de Parauapebas (Semsa) irá dar início aos protocolos de  vacinação na “Capital do Minério”.

Publicidade

veja também