Prefeito de Parauapebas assina ordem de serviço para construção de unidades habitacionais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Assinado na manhã desta sexta-feira (13), no gabinete do prefeito, o contrato e a ordem de serviço para a construção de 250 unidades habitacionais por meio do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e do Rio Parauapebas. (PROSAP). As casas são destinadas aos moradores da área atingida pelas obras da primeira fase do PROSAP.

Assim, contando com as presenças de diversos vereadores, secretários de governo e representantes de associações de ocupações e bairros feitos pelas políticas públicas destinadas a moradias populares, o prefeito Darci e o representante da CHR Engenharia e Construções, assinaram o contrato de construção das 250 casas no Residencial Vale do Sol, próximo à Estrada Faruk Salmem. “Pessoas sem o devido conhecimento ou talvez mal intencionadas espalham que esse projeto endividará o município; mas, quando iniciarmos a pagar, depois de 20 anos de carência, a conta comprometerá apenas um pouco mais de 2% do orçamento de Parauapebas”, explicou Darci Lermen, prefeito de Parauapebas, falando ainda das muitas obras já em execução e várias outras que já estão com tudo organizado para serem iniciadas.


De acordo com a Assistente Social Eulália Silva, subcoordenadora social do PROSAP, os moradores foram remanejados desses locais nos meses de abril e maio e recebem aluguel social da prefeitura. “Esse é um trabalho que vem sendo construído ao longo do tempo”, conta Eulália, detalhando que desde 2017 vem sendo feito levantamento físico, territorial e social de todas as famílias que estão na área do projeto, tendo como objetivo mapear e mensurar o número delas.

As 250 famílias cujas casas começam a serem construídas agora, estão na área onde será executada a primeira parte do projeto, nas proximidades do Igarapé Ilha do Coco, Chácara das Estrelas e Palafitas.

A próxima etapa deverá contemplar 300 famílias removidas da Baixada Fluminense (bairro Rio Verde), Baixada do Grande (bairro Guanabara) e Riacho Doce.

Andamento do PROSAP – Já publicado no Diário Oficial do Estado do Pará (DOEPA) e no Diário Oficial da União (DOU), o edital para contratação de empresa que será responsável pela execução das obras da 1ª Fase do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e das Margens do Rio Parauapebas (PROSAP), se consumou com a assinatura do contrato.

Orçada em R$ 68.548.199,25 e prevista para ser concluída em 18 meses, a obra eliminará os problemas de alagamento em vários pontos do Bairro Rio Verde, ampliará a estrutura de saneamento básico da cidade e disponibilizará novas áreas de lazer e prática de esporte com a construção de Parques Lineares ao longo do canal.

O objeto do contrato é execução de obras de macro e microdrenagem, infraestrutura viária, iluminação, paisagismo e urbanismo da primeira fase do programa que contempla 2,4 quilômetros de extensão do Igarapé Ilha do Coco. As obras contemplam a estruturação de um lago, no trecho localizado entre a PA 275 e o prédio do centro administrativo da Prefeitura, e seguirá em todo o canal até o encontro do igarapé com o Rio Parauapebas, no bairro Liberdade.

Publicidade

veja também