Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Prefeito ouve sugestões de populares sobre possíveis melhorias para a FAP 2017

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Durante a tarde da última quinta-feira (25), o prefeito municipal de Parauapebas, Darci José Lermen, abriu um debate através de alguns grupos de WhatsApp, sobre a importância da Feira de Agronegócios de Parauapebas (FAP) para o município, e pediu a opinião de populares sobre possíveis mudanças com o objetivo de melhorar o evento, o tornar popular e fazer com que a feira seja uma das maiores da região, trazendo assim um ganho econômico para a cidade.

Organizada pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Parauapebas (SIPRODUZ), a Feira de Agronegócios (FAP) é um dos principais eventos da cidade que acontece tradicionalmente no mês de setembro.


De acordo com Darci Lermen, por mais que a prefeitura não seja a organizadora geral da FAP, o poder público precisa contribuir para que o evento se torne referência na região e melhore ainda mais. “Nós como poder público precisamos sim investir em eventos como a FAP, mas temos que pensar mais em nosso povo, e por esse motivo, tomei a iniciativa de ouvir sugestões, para que em uma futura reunião com a diretoria do SIPRODUZ, nossa equipe da prefeitura possa apresentar as propostas de contribuições para este importante evento”, relatou Lermen, que divulgou uma lista de sugestões feitas por populares durante o debate realizado ontem, veja abaixo:

 

  • Focar no agronegócio como as feiras de Marabá e Xinguara;
  • Desvinculamento político da feira;
  • Aumentar espaço de exposição para pequenos produtores;
  • Reduzir o valor do ingresso;
  • Definição se a FAP é um evento público ou privado;
  • Ofertar transporte gratuito para o evento;
  • Realização de evento infantil durante o dia;
  • Espaço para exposição do artesanato local;
  • Buscar inovações tecnológicas para o campo;
  • Melhorar o critério de conteúdo dos stands;
  • Renegociar a taxa para as barracas;
  • Manter grandes atrações nacionais;
  • Organizar o desapego do pós-FAP, dos materiais que sobraram para ONGs;
  • Firmar parceria da CDL com a FAP;
  • Firmar parceria com a UFRA;
  • Evento totalmente gratuito;
  • Stand da prefeitura no evento, com orientações sobre uso de preservativo, trânsito, violência contra a mulher e etc.;
  • Cobrar apoio da Vale;
  • Produtos internos com valores mais acessíveis;
  • Ampliar o número de expositores;
  • Exposição dos produtos do Polo Moveleiro;
  • Stand do ICMBIO para expor as alternativas de turismo da cidade;
  • Palco alternativo para cantores locais;
  • Espaço para o CAP;
  • Maior organização na cavalgada;
  • Semana de super descontos nos impostos, no stand da Sefaz dentro da FAP;

Publicidade

Veja
Também