Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Prefeitura de Parauapebas afasta servidor acusado de fraudar concurso público

Nesta sexta-feira (9), a Polícia Civil de Parauapebas desencadeou a operação “Gabarito”, que investiga fraude em concurso público realizado em 2023 no município.

Na tarde desta sexta-feira, a Prefeitura de Parauapebas, através da Assessoria de Comunicação (Ascom) se posicionou sobre o assunto, confira abaixo a nota na íntegra: 

“Sobre o envolvimento do vice-diretor da escola Nelson Mandela, citado nas investigações da Polícia Civil na fraude do concurso público municipal nº 01/2023, a Prefeitura de Parauapebas esclarece que afastará temporariamente o servidor e abrirá uma sindicância para investigar os fatos e reunir evidências sobre o ocorrido. Assim, com base nos resultados da sindicância, a gestão municipal tomará as medidas adicionais, como a abertura de um processo disciplinar formal contra o servidor público.

A prefeitura esclarece, ainda, que o ex-servidor Denilson da Silva Cruz nunca exerceu o cargo de secretário adjunto da administração pública municipal. Ele fez parte do quadro de servidores temporários da prefeitura como auxiliar administrativo em 2021 e 2022.

Quanto aos demais envolvidos nesta primeira fase da Operação Gabarito, também não fazem parte do quadro de servidores públicos da prefeitura.

A gestão municipal destaca que preza pelo compromisso de conduzir concursos públicos de forma transparente, justa e em conformidade com os princípios da legalidade e isonomia e está à disposição da Justiça e da população para quaisquer esclarecimentos”.

 

Qual sua reação para esta matéria?
+1
1
+1
1
+1
0
+1
5
+1
3
+1
2
Ei, Psiu! Já viu essas?

Deixe seu comentário