Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Prefeitura de Parauapebas emite Nota de Repúdio sobre indígena que sofreu estupro coletivo

A Prefeitura de Parauapebas manifesta seu repúdio a todo e qualquer ato de violência, e lamenta profundamente, o registro de estupro coletivo contra uma menina indígena de 13 anos no final de novembro.

Infelizmente nem sempre é possível evitar a dor física e mental em casos como este, e é por isso que ao longo dos anos trabalhamos incansavelmente junto aos órgãos públicos, instituições e entidades pelo avanço na construção e efetivação de políticas públicas que garantam direitos e empoderem o maior número de mulheres e meninas que sofrem todo tipo de violência há séculos, e em diferentes sociedades.

O município está atento, não aceita casos de violência sexual e não compactua com a “Cultura do Estupro”, termo que reforça a ideia de que situação é “natural” ou faz parte da cultura de um determinado povo/etnia. A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Parauapebas é umas das responsáveis pela investigação e nós estamos acompanhando de perto todas as etapas.

A garantia dos direitos das mulheres é uma das prioridades da gestão municipal. Atualmente, Parauapebas possui uma das melhores e mais completas redes de proteção do Pará, que entre outras ações, realiza, neste momento, a campanha 16 dias de Ativismo, uma mobilização mundial pelo fim da violência contra a mulher que já ocorre em mais de 160 países, e se tornou Lei Municipal em 01 de junho de 2020.

Nós reafirmamos o apoio à vítima e aos familiares durante todo processo. Vamos trabalhar permanentemente para extirpar situações semelhantes em nossa sociedade.

Qual sua reação para esta matéria?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Leia também no Portal Pebinha de Açúcar:

Deixe seu comentário