Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Prefeitura de Parauapebas passará por reforma administrativa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A metodologia de trabalho para reforma administrativa da Prefeitura de Parauapebas, encabeçada pela Secretaria Municipal de Administração (Semad) em parceria com o Instituto Brasileiro de Administração Pública (IBAM), foi apresentada nesta segunda-feira (14) aos secretários de governo, técnicos, coordenadores e vereadores.

O prefeito Valmir Mariano destacou durante a apresentação a importância do trabalho que será desenvolvido para que o serviço público municipal alcance eficiência e proporcione mais valorização aos servidores, e ainda reforçou a necessidade de empenho de todos envolvidos no processo de reestruturação.


“Há mais de 20 anos esse município não passa por uma reforma administrativa, a nossa estrutura organizacional é como uma colcha de retalhos e nós vamos organizá-la”, destacou o prefeito reforçando que este é mais um compromisso firmado no início do ano e que já começa a ser executado.

Para José Roberto, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Parauapebas (Sinseppar), a iniciativa da gestão é louvável. “Conheço o trabalho do IBAM e eles são imparciais. Muito positivo também o envolvimento do sindicato nas discussões, valoriza ainda mais o servidor”, declarou o presidente.

Lúcia Figueiredo, secretária adjunta de administração, disse que o IBAM organizou a estrutura administrativa da Prefeitura no primeiro governo. “Estamos preparando Parauapebas para uma realidade de 500 mil habitantes, por tanto, precisamos pensar e nos adequar administrativamente para atender essa população”, frisou Lúcia.

Metodologia de trabalho

A reforma administrativa será constituída pela reestruturação organizacional, revisão do estatuto do servidor e criação do plano de cargos e salários para os servidores públicos municipais. “Nosso objetivo é que a Prefeitura se torne tão atraente quanto uma empresa privada para os profissionais”, disse Cristina Orrico, técnica do IBAM.

Ainda segundo Cristina, a metodologia prioriza o enfoque participativo utilizando entrevistas individuais, questionários, reuniões, entre outras ferramentas. A primeira etapa do trabalho começa com entrevistas individuais realizadas com os gestores das pastas entre os dias 15 e 18 de outubro.

Reportagem: Karine Gomes / Foto: Anderson Souza

Publicidade

Veja
Também