Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Presidente da Câmara de Parauapebas testa positivo para Covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Vereador Luiz Castilho | Foto: Arquivo | Anderson Souza

Cuidadoso em não contaminar os servidores do Poder Legislativo e também os usuários daquela Casa de Leis, tendo, inclusive, assinado ato em que suspendeu a entrada de pessoas no âmbito da Câmara Municipal e ainda determinando a não participação de populares nas sessões, o vereador Luiz Castilho (PROS) comunicou em suas redes sociais ter testado positivo para a Covid-19.

Presença importante nas sessões que ocorrem, ordinariamente, nas manhãs das terças-feiras, Luiz Castilho já não esteve ontem na reunião, tendo tranquilizado a população de que está bem, sentindo apenas uma leve dor de garganta. “Ficarei em casa, cumprindo isolamento domiciliar, para evitar contato com outras pessoas e tomando todos os cuidados necessários para não contribuir com a propagação da doença”, escreveu em seu post, deixando as recomendações para que todos se cuidem, higienizando as mãos com frequência e evitem sair de casa.
Mas, compreensivo com a respectiva situação de cada um, o presidente da Câmara de Parauapebas ressalta que: “Caso precisem sair, usem máscaras e mantenham distância de pelo menos 1 metro de outras pessoas”.


Na ausência de Luiz Castilho no comando do Poder Legislativo de Parauapebas, ele “passa a bola” ao vice-presidente da mesa diretora que é o vereador Horácio Martins (PSD), que deverá presidir as sessões e cuidar da administração do Legislativo Municipal enquanto durar a quarentena do presidente.

Castilho é o terceiro vereador a testar positivo para a Covid-19, tendo também sido contaminado pelo vírus que provoca a citada doença (Coronavírus), o vereador Zacarias Marques (PP) e a vereadora Eliene Soares (MDB), ambos já se recuperaram e voltaram a participar das sessões.

Enquanto isso, por lá, os cuidados são rigorosos, continuando proibida a entrada de pessoas que não sejam servidores daquela Casa de Leis, bem como as sessões que continuam acessíveis ao público apenas pelo site oficial da Câmara Municipal e outras páginas que retransmitem o sinal.

Publicidade

Veja
Também