Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Presidente da FPF diz que Remo e Paysandu estão preocupados com divisão de rendas e esqueceram do futebol

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Durante o primeiro turno do Campeonato Paraense de Futebol 2015, a Taça Cidade de Belém, o assunto relacionado à divisão de rendas foi destaque nos principais jornais e emissoras de TV do Pará e também em redes sociais, tendo em vista que as diretorias de Remo e Paysandu, considerado os dois maiores e mais tradicionais times de futebol do estado, cravaram uma verdadeira guerra sobre a divisão de rendas no clássico mais famoso e disputado da região norte do Brasil, o RE-PA.

Em entrevista exclusiva concedida à equipe de reportagem do Portal Pebinha de Açúcar, no município de Tucuruí, no dia da grande final do primeiro turno do Parazão 2015, disputada entre Parauapebas e Tucuruí, respectivamente dois times do interior do Pará, o atual presidente da Federação Paraense de Futebol (FPF), Coronel Antônio Nunes afirmou que os times Remo e Paysandu estão tão preocupados com a divisão de rendas, que acabaram esquecendo de jogar futebol.


“Os dois times considerados grandes do Pará, respectivamente Remo e Paysandu, ficaram para trás no primeiro turno do Parazão, não brigaram dentro de campo pela classificação na competição e agora estão brigando em Belém por causa de divisão de rendas. Vale lembrar que sempre houve essa divisão de rendas dos jogos ao longo dos anos e agora eles esqueceram do futebol e focaram na divisão de rendas. Se isso continuar no segundo turno, um time do interior será campeão, afinal, já temos um garantido na grande final, que é o Independente de Tucuruí”, destacou o Coronel Nunes, presidente da Federação Paraense de Futebol.

Reportagem: Bariloche Silva / Waldyr Silva – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar
Fotos: Israel Lira / Ozeias Cabral

Publicidade

Veja
Também