Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Presidente do Parauapebas Futebol Clube comenta sobre rebaixamento do time no Parazão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Apesar da Diretoria do Parauapebas Futebol Clube (PFC), que é comandada por Robervaldo Freitas, ter tido garra e determinação, infelizmente o time teve várias dificuldades financeiras para montar a equipe e até mesmo reforçar o elenco durante o Campeonato Paraense 2016, o que, de certa forma, acabou fazendo com que o planejamento da Diretoria não tivesse exito e consequentemente, com que o “Gigante de Aço” ter sido rebaixado para a segunda divisão do Parazão 2017.

“Somos gratos a todos pelo apoio, estamos muito tristes sim, eu mais ainda, pois sou um dos primeiros sócios desse clube que ajudei a ser criado e que lutamos para estar sempre conquistando vitórias. Mas o Futebol bem como outras modalidades, não perdoam, foram muitas dificuldades, fora de campo principalmente, o que não nos deu tranquilidade e nem a possibilidade de formarmos um elenco mais qualificado ou de fazer as mudanças quando apareceram as oportunidades para fazê-las. Repito, toda e qualquer atividade desportiva profissional não se faz só e simplesmente por amor, é necessário investimento seja privado ou seja público. Ainda estamos engatinhando e temos muito a aprender e crescer. Uma coisa podem ter certeza, não darei aos que querem ver o PFC na lama a alegria de fazer como fazem os fracos e correm das dificuldades, renunciando ou fugindo deixando os problemas para os outros, como fizeram. Estarei aqui de pé e de cabeça erguida para levantarmos com muito mais força, com apoio daqueles que de fato amam o esporte, nesse caso o futebol. Abraços e obrigado a todos que têm se manifestado para nos dar força nesse momento de tristeza. Vamos em frente, desistir é para os fracos e os covardes”, relatou Robervaldo Freitas, Presidente do Parauapebas.


Publicidade

Veja
Também