Publicidade

Primeira florada dos ipês embeleza ruas de Parauapebas

Luz, câmera, ação. O show já começou! Apesar de repetido todos os anos, tão logo se intensifique o período de estiagem, as pessoas não se cansam de apreciar a beleza da florada dos ipês, que enfeitam as avenidas de Parauapebas, dando um colorido todo especial.

Essa é a primeira florada, quando ainda há muitas folhas nas árvores, sinalizando que teremos um longo de período para apreciar a exuberante e inigualável beleza natural.


Estamos no inverno (em outras regiões), iniciado no dia 21 de junho indo até 22 de setembro, mas, em nossa região, não significa período frio, porém, o calorão do dia é compensado com uma leve baixa de temperatura à noite, o que permite que logo pela manhã as flores dos ipês estejam viçosas, vindo a cair no forte sol que logo se apresenta, fazendo um lindo tapete.

De acordo com explicações científicas, é o estresse causado pelo frio e, principalmente, pela seca que aciona o relógio biológico das plantas, indicando que é tempo de florescer. Os ipês em geral são espécies caducifólias – traduzindo: no momento de maior sofrimento do ano, justamente de agora até o final do inverno, eles perdem completamente as folhas.

Os locais que mais se notam a concentração de ipês em Parauapebas são os canteiros das ruas E, F e PA-275, além de diversas ruas do Bairro Cidade Jardim, com destaque para a Avenida dos Ipês; e nestes locais, se nota já a primeira florada.

 

Os Ipês floram sozinhos, o escaldante sol do período que aqui, por hábito, chamamos de verão; parecendo ter o propósito de melhora a paisagem “pálida” até que chegue a primavera que se inicia na noite do dia 22 de setembro, seguindo até 21 de dezembro, sendo período em que as árvores da região tropical, como a nossa, estejam carregadas de frutos.

Com a queda da umidade relativa do ar, as florestas da região Carajás também mudam sua paisagem, onde podem ser vistas copas amarelas, rosas, roxas e brancas, fazendo refletir aqueles que encaram a seca apenas como tempo cinzento de queimadas e vegetação marrom. As cores vibrantes do gênero tabebuia spp., composta pelas variedades da planta, irrompem de junho a setembro.

Eles costumam florir em meses diferentes em algumas regiões: junho e julho, ipê-roxo; julho e agosto, ipê-amarelo; fim de agosto, ipê-rosa; setembro, ipê-branco e ipê amarelo. Mas, nem sempre a florada dos ipês respeitam essas datas, pois a influência do clima é determinante para que as árvores entrem em período de reprodução.

As floradas costumam durar uma semana, em média, e variam conforme a pouca concentração de água na atmosfera. No caso do ipê amarelo, ele pode se estender por até 10 dias e tem duas edições: uma após a do roxo, aproximadamente em julho, e outra em setembro, quando se anuncia a chegada da temporada de chuva. Ao fim desse período as árvores produzem frutos secos, do tipo cápsula, que quando maduras liberam sementes com alas a longas distâncias, garantindo assim a perpetuação da espécie e o aumento para os próximos anos de mais produtoras de tal beleza natural.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Pebinha de Açúcar Comunicação e Marketing
LTDA-ME – CNPJ: 05.200.883.0001-05
Parauapebas – Pará – Brasil
(94) 99121-9293 (whatsapp) | (94) 98134-2558

Acompanhe o Pebinha nas redes sociais

Copyright © Pebinha de Açúcar – 2018. Todos os Direitos Reservados.

Fechar Menu