Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

PROCON alerta sobre promoções durante Black Friday

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Novembro mal começou e muitas pessoas em Parauapebas já começam a pensar nos presentinhos do fim de ano, seja de familiares, de amigos secretos ou mesmo para si. Ainda mais com as promoções que vão surgindo em sites e lojas da cidade. É o tal do Black Friday.

Mas, o consumidor deve ficar atento para não cair em armadilhas. Entre as orientações durante as compras, a Coordenadora geral do PROCON Parauapebas, Evellyn Melo, alerta sobre as maquiagens de preços.
“Se o consumidor já sabe o produto que quer adquirir, já deve fazer uma pesquisa para saber a média de preço. Tudo para não ser surpreendido na promoção com um preço que não seja o de mercado, ou uma promoção que não seja tão vantajosa ao ponto de sacrificar o orçamento”, destaca Evellyn.


Evellyn Melo – Coordenadora do Procon Parauapebas

 

Evellyn também ressalta que se o consumidor identificar que o preço de um determinado produto aumentou no Black Friday, ao invés de diminuir, devido o anúncio de promoção, o PROCON pode ser acionado.
“Nesses casos, é necessário que o consumidor tenha comprovação que pode se dá por meio da própria etiqueta que contem as informações do produto, da loja. Os registros fotográficos também são importantes, assim como, os panfletos para que a gente possa materializar essa infração”, explica à coordenadora.

Vale ressaltar que nas compras realizadas fora de um estabelecimento comercial, por exemplo, por telefone ou internet, o consumidor tem o prazo de arrependimento que são sete dias a contar a partir do momento em que ele recebe o produto.
“O cliente que se sentir lesado de alguma forma, nessa relação de compra, deve comunicar a empresa imediatamente. Se caso, não houver entendimento entre as partes é só acionar o PROCON que buscaremos resolver a situação da melhor forma possível, garantindo o cumprimento do código de defesa do consumidor”, afirma Evellyn.

Reportagem: Anne Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também