Publicidade

Professores da rede estadual mantém greve no Pará

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp) decidiu, a princípio, manter a greve na rede estadual, que iniciou nesta segunda-feira (23). Na ultima sexta-feira (20), a juíza Rosana Lúcia de Canela Bastos, da vara de plantão cível de Belém, acolheu uma ação apresentada pelo Governo do Estado e determinou a suspensão da greve da categoria. De acordo com o coordenador geral do Sintepp, Mateus Ferreira, até o início da manhã de hoje (23), o sindicato ainda não foi notificado da decisão e quando acontecer vai recorrer. “A greve continua, ninguém foi notificado ainda e, assim que for, vamos recorrer da decisão”, diz.

Mateus afirma ainda que a greve é um direito constitucional e somente assembleia geral pode por fim ao movimento. “Nosso entendimento é que nenhum juiz pode intervir sobre um direito constitucional. Estamos repudiando a decisão e vamos denunciar a juíza ao Conselho Nacional de Justiça e pedir a intervenção se for o caso. A greve só acaba por decisão da categoria, em assembleia geral”, disse o coordenador do Sintepp à reportagem do G1.


Entre as reivindicações dos professores da rede estadual de ensino, estão: a jornada de trabalho cumprida, salário equiparado ao piso nacional de R$ 1.586,00, melhores condições de trabalho com reforma e construção de escolas. (Fonte: G1 )

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu