Publicidade

Professores da rede municipal ganham benefício para compra de livros

O Programa CredLivro foi criado na manhã desta quarta-feira (28), durante a sessão extraordinária, com a aprovação do Projeto de Lei nº 58/2019

A partir de agora, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) está autorizada a fornecer auxílio financeiro aos professores efetivos, diretores, vice-diretores e coordenadores pedagógicos para aquisição de livros técnicos voltados ao desenvolvimento pedagógico.


Por meio do “CredLivro” os profissionais da educação poderão ter maior acesso à formação continuada, já que uma vez ao ano receberão o benefício de duzentos reais para ser revertido na compra de livros.

Conforme estimativa de impacto orçamentário-financeiro, anexa ao projeto de lei, para atender aos 1.461 professores efetivos no município serão destinados R$ 292.200,00.

Em 2018, a vereadora e professora Francisca Ciza Pinheiro Martins (DEM) apresentou a Indicação nº 12/2018, pedindo ao Executivo municipal que criasse o programa “CredLivro”. Ao analisar a proposição, a administração pública julgou viável e útil o pedido e enviou o projeto de lei à Casa Legislativa.

Vereadora Francisca Ciza

Ao ser colocado para apreciação, apenas a vereadora Joelma Leite (PSD) votou contra, alegando que existem outras maneiras mais eficientes de contribuir com a capacitação e valorização dos professores. A parlamentar ainda explicou que com a Feira Pan-amazônica de Livros, que será sediada em Marabá, o recurso destinado à compra de livros sequer vai permanecer no município de Parauapebas.

Vereadora Joelma Leite

Com o parecer favorável dos demais vereadores, o projeto de lei foi aprovado e será enviado para sanção do prefeito Darci José Lermen. Após a sanção, a lei entrará em vigor na data de publicação.

 

Compartilhe essa notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags

Veja também

Fechar Menu