Single Posts
Confirmados
27.118
Single Posts
Recuperados
17.094
Single Posts
Óbitos
184

 Publicidade

Projeto aprovado pela Câmara prevê inserção do ‘Dia do Evangélico’ no calendário oficial de Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Projeto aprovado pela Câmara prevê inserção do ‘Dia do Evangélico’ no calendário oficial de Parauapebas

Comemorado em 11 de junho, o “Dia do Evangelho” será nominado como “Dia Municipal do Evangélico” e passará a constar no calendário oficial de eventos do município de Parauapebas. É o que prevê o Projeto de Lei nº 16/2017, de autoria do vereador Joel do Sindicato (DEM), aprovado na sessão da Câmara Municipal de terça-feira (27).

A referida proposição visa alterar o artigo 1º da Lei nº 4.464, de 8 de novembro de 2011, que possui a seguinte redação: “Fica declarado ponto facultativo na Administração Pública Municipal o dia 11 de junho, a ser comemorado o Dia do Evangelho”.


Com a mudança, será aplicado o seguinte texto: “Fica instituído o Dia Municipal do Evangélico, anualmente, no dia 11 de junho, no município de Parauapebas”. Acrescenta ainda dois parágrafos determinando a inserção do referido feriado no calendário municipal e declarando que a data permanece como ponto facultativo.

Justificativa

De acordo com Joel do Sindicato, o projeto é uma forma de reconhecer a importância do trabalho desenvolvido pela comunidade evangélica. O parlamentar acredita que a inserção do “Dia Municipal do Evangélico” no calendário oficial contribuirá para que mais iniciativas sejam realizadas em prol da cidadania de milhares de pessoas por meio da religião.

“O objetivo dessa proposição é incentivar e divulgar o apoio das autoridades quanto à importância da espiritualidade no âmbito social e comunitário da nossa cidade. Tornando assim mais visível a participação de todos através de ações públicas, demonstrando que o caminho para viver melhor é exatamente a nossa busca constante de Deus, através da visibilidade da pessoa cristã diante da sociedade”, argumentou Joel na justificativa do projeto.

Aprovação

O Projeto de Lei nº 16/2017 foi aprovado por todos os vereadores e será encaminhado para sanção do prefeito Darci Lermen.

Reportagem: Nayara Cristina

Publicidade

Veja
Também