Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Projeto de iluminação pública decorativa começa a dar um novo visual nas avenidas de Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Prefeitura Municipal de Parauapebas (PMP), por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo (SEMURB), está concluindo a primeira fase do Projeto de Iluminação Pública Decorativa. Através do plano, as principais avenidas da cidade contarão com um moderno sistema de iluminação em postes bem mais altos do que os comuns que antes abasteciam as avenidas e que apresentavam com frequência vários problemas, que de certa forma contribuíam para aumentar o índice de assaltos e outras criminalidades nas localidades.
Essa melhoria faz parte do Plano de Expansão de Iluminação Pública que vai contemplar primeiramente, quatro núcleos da cidade: Bairros Vila Rica, Novo Horizonte, Beira Rio II e Morada Nova.

Valores
Que a obra é importante para a cidade, isso é indiscutível, porém, algumas coisas precisam ser esclarecidas, como por exemplo, o valor da obra que não está disponível nas placas que foram instaladas pela Premium Engenharia à pedido da Secretaria Municipal de Urbanismo.
Cerca de quatro placas foram colocadas ao longo das avenidas que estão sendo beneficiadas com o projeto de iluminação pública decorativa, porém, nenhuma delas conta com o valor do investimento público.


Desperdício de dinheiro público
Como nem tudo “são mil maravilhas”, a empresa Premium Engenharia, contratada pela Secretaria Municipal de Urbanismo para realizar a obra, em algumas avenidas estava retirando gramas e plantas que já estavam plantadas nos canteiros e posteriormente plantou novas unidades. O fato chamou a atenção de populares que residem nas proximidades da avenida, como a dona-de-casa Maria Alessandra de Carvalho. “Aprovei a obra da Prefeitura, afinal, nossa cidade ficará muito mais linda com a implantação destes novos modelos de iluminação, porém, só não entendi porque retiraram gramas e plantas que já estavam plantadas nos canteiros para depois de alguns dias plantarem novamente outras. Acho que o dinheiro público deveria ser tratado com mais respeito por parte de nossas autoridades. Não é porque o nosso município tem milhões e milhões de reais em caixa que vamos estragar dinheiro dessa forma”, destacou.

Outro lado
A equipe de reportagem do Pebinha de Açúcar entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Parauapebas (ASCOM), para que a mesma envie nota sobre a resposta da Secretaria Municipal de Urbanismo (SEMURB), sobre as denúncias citadas acima na reportagem. Até o fechamento desta matéria, a ASCOM ainda não tinha se posicionado, porém, assim que a Nota Oficial chegar até a nossa redação, iremos publicar a mesma na íntegra.

Reportagem: Bariloche Silva – Da redação do Pebinha de Açúcar
Foto: Anderson Souza

 

Publicidade

Veja
Também