Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Projeto de Parauapebas recebe apoio do Criança Esperança da Rede Globo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Repercute nacionalmente as ações encabeçadas pelo Criança Esperança, programa da Rede Globo em parceria com a Unesco, que beneficia dezenas de projetos espalhados por todo Brasil. Aqui em Parauapebas, esse sucesso não poderia ser diferente, ainda mais com o governo municipal sendo parceiro de alguns projetos voltados para o atendimento de criança e adolescentes.

Na “Capital do Minério”, a boa notícia vem através do trabalho desenvolvido pelo Projeto Esperança, entidade filantrópica da Organização Bom Samaritano que encerrou o ano letivo de 2013 selecionada para receber este ano apoio da Rede Globo. Fundado em 1996, o Projeto Esperança tem como objetivo oferecer atendimento a crianças e adolescentes em situação de risco ou exclusão social, implementando ações socioeducativas que proporcionem a ampliação do conhecimento, o desenvolvimento da autoestima e a estimulação de aptidões.


Entre as principais atividades do projeto estão as oficinas de futebol, informática, karatê, teatro, dança, crochê, bordado, pintura, biscuit e xadrez. Segundo Maria José Maciel de Sousa Leite, coordenadora da entidade, essas oficinas atendem 250 crianças e adolescentes e só funcionam porque o Projeto Esperança recebe apoio da Prefeitura de Parauapebas, por meio de um convênio firmado em 2008.
“Sem o apoio da prefeitura não teríamos como funcionar ou atender da forma como fazemos hoje. Com esse auxílio, compramos materiais didáticos e permanentes; pagamos funcionários e oferecemos cursos de aperfeiçoamento para eles; e arcamos com despesas de energia e telefone”, relata Maciel.

A coordenadora informa que, ainda assim, depende de doações e apoio de empresas privadas e que o apoio do Criança Esperança é essencial para a ampliação das oficinas e implantação de outras. “A demanda é muito maior do que podemos atender. Então, partir da ajuda que recebemos, vamos ampliar o número de vagas das oficinas existentes e já estamos implantando novas. Por exemplo, temos as oficinas de música, que passaram a funcionar em março deste ano, com aulas de violão, guitarra, teclado, saxofone, bateria e canto. Deveremos implantar em breve, também, a de fotografia. Com esta última o número de alunos atendidos ultrapassará os trezentos”.

Em todo o Pará, apenas três instituições foram contempladas com o apoio do Criança Esperança em 2014: o projeto Esperança em Parauapebas; o Construindo um Bairro de Leitores, do Espaço Cultural Nossa Biblioteca, e o Meu Mangue – Educação e Ambiente, do Instituto Peabiru, ambos da capital paraense.
As inscrições para ingresso ao Projeto Esperança podem ser feitas na sede da instituição, localizada à Estrela D’Alva, 43, Bairro Primavera, em horário comercial, de acordo com a disponibilidade de vagas nas oficinas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (94) 3346-7704.

Publicidade

Veja
Também