Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Projeto incentiva gosto pela leitura em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Com o objetivo de possibilitar o desenvolvimento de competências que despertem nas crianças o prazer pela leitura literária, compreendendo-a como parte das tradições culturais dos povos, as escolas municipais de educação infantil Comecinho de Vida e Pequeno Príncipe desenvolveram nos últimos meses o Projeto Contos de Fadas.

Na última sexta-feira (22), em uma grande festa aberta à comunidade, com direito a dramatizações, recontos, danças, desfile de princesas, indicação literária e exposições de livros e produções, ocorreu a culminância do projeto, em ambas as unidades educacionais.


Nas culminâncias, os pequenos estudantes, com idades entre 4 e 5 anos, puderam demonstrar todo o aprendizado obtido. Competências e habilidades não faltaram. Havia princesas e príncipes eloquentes, sem falar nas bruxas com um vocabulário impecável e os recontadores de histórias desinibidos.

Os pais ficaram boquiabertos com o desempenho dos pequenos. Na avaliação de Daysa da Conceição Agenor – mãe de Maria Eduarda, aluna do 2º período – sua filha conseguiu interpretar a Chapeuzinho Vermelho de forma formidável. “Além de se apaixonar ainda mais pelos contos de fadas, ela conseguiu incorporar o personagem e exercer seu papel com naturalidade e desenvoltura”, relata Daysa Agenor.

Segundo Luísa Lopes, professora do 2º período da escola Comecinho de Vida, é gratificante trabalhar esse tipo de projeto com os alunos. “Eles em sua grande maioria já desenvolveram o gosto pela leitura, leem por prazer e não por obrigação, e quando trazemos para a sala de aula os contos de fadas ficam encantados e ávidos por novas histórias”, frisa a professora, ao afirmar que durante as leituras e interpretações os alunos também aumentaram o poder de memorização e enriqueceram o vocabulário.

Reportagem: Messania Cardoso

Publicidade

Veja
Também