Single Posts
Confirmados
26.267
Single Posts
Recuperados
15.327
Single Posts
Óbitos
177

 Publicidade

Projeto propõe aumento do adicional de insalubridade para agentes comunitários de saúde

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Eleição para mesa diretora na Câmara Municipal movimenta bastidores do Legislativo

Vereador Pavão (MDB)

José Pavão (MDB) propôs, na Indicação n° 147/2020, aumentar para 40% a insalubridade dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) da Secretaria Municipal de Saúde de Parauapebas (Semsa), em virtude dos serviços prestados, das dificuldades, perigos e risco de contágio, principalmente da covid-19, no atual momento.

O vereador relata na proposição que esses profissionais ficam expostos a diversos riscos no desempenho de suas funções. Muitas vezes eles vão a lugares de acesso difícil e até perigosos, para prestar assistência à população.


“Os agentes comunitários percorrem cada rua, cada bairro e cada residência, tanto na cidade quanto na zona rural, e isso nos traz grande preocupação, em virtude dos perigos e, também, dos riscos de contágio que enfrentam em suas jornadas de trabalho. Esses profissionais estão na ‘linha de frente’ do combate e prevenção a todo tipo de infecção, epidemia e também desta pandemia do novo coronavírus, tendo em vista que são funções estratégicas e vitais, e por isso não podem aderir ao isolamento social imposto para os demais cidadãos, colocando a própria saúde em risco de contágio diariamente”, argumentou José Pavão.

No entendimento do parlamentar, aumentar o percentual de insalubridade dos ACSs é uma maneira não só de reconhecer o trabalho fundamental desses profissionais, mas, também, de garantir-lhes mais dignidade, caso adoeçam e precisem se afastar do trabalho.

A Indicação n° 147/2020 foi aprovada na sessão da Câmara Municipal de Parauapebas realizada na última terça-feira (26) e será enviada para análise do prefeito Darci Lermen, com cópia para o secretário municipal de Saúde, Gilberto Laranjeiras.

 

Publicidade

Veja
Também