Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Projeto Serra Pelada alcança 85% da implantação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Serra Pelada Companhia de Desenvolvimento Mineral (SPCDM), responsável pela mina de ouro, platina e paládio em Serra Pelada, no sudeste paraense, alcançou 85% de implantação do projeto. O planejamento da empresa é que a produção da mina se inicie no terceiro trimestre deste ano.

O projeto é hoje o principal investimento em andamento em Curionópolis. A empresa já investiu mais de R$ 560 milhões no município, resultado da parceria entre a comunidade garimpeira e a Colossus Mineração. Etapa mais avançada da implantação, as obras civis estão praticamente concluídas. Claudio Mancuso, CEO da Colossus Minerals Inc. comemora os resultados, como a finalização da casa de força fornecendo energia para o projeto e o comissionamento (fase de testes). “Nos últimos meses atingimos uma série de marcos significativos no projeto. Estamos satisfeitos com essa evolução”, enfatiza.


Com o projeto em pleno desenvolvimento, cerca de 35% da barragem de rejeitos foram construídos e esta etapa deverá ser concluída ao mesmo tempo do comissionamento do moinho de bolas, estrutura essencial para moagem do material minerado coletado.

O início da produção em Serra Pelada
A empresa seguirá um cronograma, a partir do início da produção confirmado para o terceiro trimestre de 2013, para que a evolução do processamento mineral da mina subterrânea atinja a capacidade máxima de produção prevista para o final de março de 2014.
A evolução na produção mineral pelo qual Serra Pelada passará a partir do início da produção é expressa pelo termo em inglês Ramp up. A previsão da companhia é iniciar a produção com o processamento de 250 toneladas de material mineralizado por dia, entre agosto e novembro de 2013. Em dezembro, a estimativa da empresa é dobrar esse processamento para 500 toneladas de material mineralizado por dia. E no mês de março do próximo ano, a expectativa é alcançar 1.000 toneladas de material mineralizado por dia.

Publicidade

Veja
Também