Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Projeto social leva cultura de kombi ao município de Paragominas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O programa tem como objetivo facilitar o acesso da comunidade aos livros, por meio de uma biblioteca infantil compartilhada; introdução ao audiovisual, com produções de vídeo e acesso ao Cinema, além de apresentações com contadores de estórias. O projeto, apoiado pela Prefeitura Municipal de Paragominas, tem uma abordagem lúdica e visa ser uma das peças chave no combate ao trabalho infantil, principalmente na zona rural da cidade.

O “Cultura na Kombi” é uma iniciativa social que leva arte, cultura e conhecimento para comunidades em situação de vulnerabilidade social, utilizando como marca o clássico utilitário que ficou famoso na década de 1960: a Kombi; um dos símbolos do movimento hippie e o primeiro carro de uma montadora alemã fabricado em território nacional. As excursões incluem um palco, que é usado pelos contadores de estórias; livros, que são usados na biblioteca infantil comunitária; e, também, um estúdio de audiovisual móvel, com tela, projetor e som profissionais, proporcionando uma experiência digital moderna, digna de qualquer sala de cinema. Tudo será feito de forma itinerante e gratuita pelos bairros da periferia, colônias e comunidades mais afastadas de Paragominas, ao longo de dois meses.


O projeto “Cultura na Kombi” ganhou o fundamental apoio da Secretaria de Assistência Social, através do programa de erradicação do trabalho infantil. “A gente começou a fazer tudo acontecer em 2014. Mas era complicado, enfrentávamos dificuldades. Este ano, pudemos formalizar as atividades e recebemos um grande incentivo da Prefeitura Municipal para que possamos ajudar a combater o trabalho infantil como parte do programa da Secretaria de Assistência Social”, diz Jorginho Quadros, vice-presidente do IFAC e integrante da equipe de contadores de estórias. “Eu acredito que a arte tem o poder de transformação social e já trabalho com as comunidades desde que entrei no ramo de contação de estórias. O retorno é sempre muito grande e gratificante. Ver o brilho nos olhos daquelas crianças é impagável e nos dá forças para querer continuar”, conclui.

Além dos esforços do Instituto Fernando Arapiraga e de toda a adesão das comunidades à iniciativa, a Secretaria de Assistência Social de Paragominas é parte fundamental para que tudo isto se torne realidade. No dia 12 de junho, foi realizado na cidade o “Dia D”, em comemoração ao Dia Mundial do Combate ao Trabalho Infantil. A data contou com evento na Praça Célio Miranda, para informar a população e ajudar a combater o trabalho infantil através de ações culturais e panfletagem. Este foi o pontapé inicial para a segunda fase do programa, com o “Cultura na Kombi”. Segundo o secretário de assistência social, Raphael Vale, cada parte do processo é importante para conscientizar a população e estimular uma realidade diferente da que, muitas vezes, foi a realidade dos pais destas crianças. “Se depender das iniciativas do município, tudo que estiver ao alcance será feito. Nós visamos possibilitar o lazer e a arte na vida das crianças paragominenses. A infância é uma época crucial na vida de qualquer pessoa, e nós acreditamos que todos os esforços devem ser feitos para proporcionar um futuro melhor para toda e qualquer pessoa”, afirma o secretário.

Como idealizador do projeto e presidente do IFAC, Claudemir Dada, também diz ser importante levar desenvolvimento social para os bairros e zonas rurais de Paragominas. E, principalmente, transportar o conhecimento para qualquer lugar onde haja pessoas interessadas em se beneficiar com cultura de qualidade. “Queremos levar a magia da arte para enfeitiçar o público ao ar livre. Muitas vezes, são pessoas que nunca tiveram acesso a uma sala de cinema ou teatro e, hoje, elas poderão assistir à contação de estórias ao vivo e ver filmes com qualidade de som e imagem e lembrar disso até que possamos visitá-los novamente”, afirma.

ONG

O Instituto Fernando Arapiraga é uma entidade civil sem fins lucrativos criada em 2014. Com sede em Paragominas, desde a fundação, o IFAC tem como objetivo o desenvolvimento social, cultural, além de lazer e educação. O “Cultura na Kombi” conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Paragominas, por meio da Secretaria de Assistência Social, e será levado a 16 comunidades nas áreas urbana e rural da cidade nos meses de julho e agosto.

Por onde a Kombi vai passar:

 

Pandolfi – 23 de julho

Nagibão – 24 de julho

Colônia do Uraim – 25 de julho

Trecho Seco – 30 de julho

JK – 31 de julho

Piriá – 01 de agosto

Km 204 – 02 de agosto

Publicidade

Veja
Também