Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Quarta-feira é o último dia para quitar taxa de inscrição do PSS para trabalhar no Censo 2022

Encerra-se na próxima quarta-feira, dia 16 de fevereiro, o prazo para a quitação das taxas de inscrição para participar do Processo Seletivo Simplificado (PSS) que seleciona servidores temporários que vão trabalhar no Censo 2022. O PSS do Censo 2022 será realizado pela Fundação Getúlio Vargas, contratada pelo IBGE. A maior parte das vagas é para o cargo de Recenseador que, no Pará, deve empregar 6.121 pessoas, além de 190 Agentes Censitários Municipais (ACM) e 606 Agentes Censitários Supervisores (ACS), totalizando 6.917 temporários contratados no Pará. Quem se inscreveu para os cargos de ACM e ACS paga taxa no valor de R$ 60,50. Já para trabalhar com Recenseador, o valor da inscrição é R$ 57,50. Os candidatos que não quitarem seus boletos até a quarta-feira terão suas inscrições automaticamente anuladas.

No ato da inscrição, candidatos cadastrados no CadÚnico puderam solicitar isenção das taxas. Na terça-feira, 15, a FGV divulgará em seu site (https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21) a lista dos candidatos que tiveram seus pedidos de isenção aceitos. Candidatos com pedidos de isenção não aceitos também devem pagar suas taxas até a quarta-feira, 16, para que suas inscrições não venham a ser anuladas.

Já na quinta-feira, 17, a organizadora do concurso deve divulgar (também no site, acima já informado) a lista de inscrições homologadas. Todos os candidatos com nome nessa lista devem ficar atentos ao próximo passo do concurso, no dia 04 de abril, quando ocorrerá a divulgação dos locais de provas e disponibilização dos cartões de confirmação de inscrição (também no site da FGV).

As provas do PSS do Censo 2022 devem ser aplicadas no dia 10 de abril. Para todos os cargos, as provas serão objetivas. O resultado final do PSS sairá no dia 20 de maio.

Todas as etapas do Censo 2022, incluindo as provas, treinamentos e a coleta dos dados, seguirão protocolos sanitários de prevenção à Covid-19. No dia das provas, por exemplo, o candidato que descumprir alguma medida de proteção poderá ser eliminado do processo seletivo. Entre essas medidas, estão: o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento seguro entre candidatos e aplicadores de prova, além da disponibilização de álcool em gel em todos os locais de realização das provas. Os mesmos procedimentos deverão ser seguidos nos treinamentos presenciais dos recenseadores.

Recenseadores – Os contratos dos recenseadores devem durar três meses, podendo ser prorrogados de acordo com a necessidade do órgão. A jornada de trabalho recomendável é de, no mínimo, 25 horas semanais. Eles não precisam cumprir horário fixo, mas terão direito a 13º salário e férias proporcionais aos dias trabalhados e à produção. Os recenseadores ganharão por produção e seus rendimentos mensais serão calculados com base na quantidade de questionários preenchidos, na área em que estarão trabalhando, entre outros critérios. Para o cargo de Recenseador, o IBGE disponibilizou uma apostila gratuita de conhecimentos técnicos, para que o candidato possa estudar para as questões sobre a operação censitária. A apostila e o Código de Ética do IBGE estão disponíveis no site da FGV.

ACM e ACS – Os candidatos a ACM (190 vagas no Pará) e ACS (606 vagas) vão concorrer num mesmo processo, sendo que aos primeiros colocados caberá a vaga de ACM e, do segundo em diante, serão preenchidas as vagas de ACS. A remuneração para o cargo de ACM é de R$ 2.100,00, enquanto a de ACS é de R$ 1.700,00. O nível de escolaridade para ambos é o ensino médio completo e os contratos devem durar cinco meses. Os primeiros vão gerenciar os postos de coleta, fazendo o controle e gestão dos recursos humanos e materiais. Também vão acompanhar e orientar a coleta de dados, coordenando o trabalho dos ACS’ e recenseadores. Já os ACS farão a supervisão da operação censitária junto aos recenseadores, exercendo também tarefas administrativas, como renovação de contratos e avaliação dos recenseadores.

Qual sua reação para esta matéria?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Leia também no Portal Pebinha de Açúcar:

Deixe seu comentário