Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Questões administrativas levam Corpo de Bombeiros a interditar parque de diversões em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Durante a tarde da última quinta-feira (6), homens do Corpo de Bombeiros se deslocaram até as instalações do Parque de Diversões São Jorge, montado nas proximidades da PA-275, em Parauapebas e por falta de alguns documentos obrigatórios,  interditaram o empreendimento.

Quem conversou com a equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar foi o Soldado Ferreira. “O parque foi interditado por problemas em documentações administrativas, como a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), por exemplo, entre outras que foram repassadas ao proprietário que tomou ciência das ausências e se comprometeu a nos apresentar para que o parque volte ao seu funcionamento normal”, relatou o bombeiro, afirmando que no momento da interdição, por orientação do Corpo de Bombeiros, o Parque São Jorge não estava funcionando há alguns dias.


Ainda de acordo com o Soldado Ferreira, após a apresentação de todos os documentos solicitados pelo Corpo de Bombeiros, será paga uma taxa pela empresa e uma nova vistoria será necessária para que o parque volte a funcionar. “Esperamos que os documentos solicitados sejam apresentados o mais breve possível e que o centro de diversões volte a funcionar para os populares”, finalizou.

Soldado Ferreira – Corpo de Bombeiros

 

Nossa equipe de reportagens também entrou em contato com a direção do Parque São Jorge, onde na oportunidade, Raimundo Moreira de Oliveira, proprietário do empreendimento, afirmou que todos os documentos solicitados pelo Corpo e Bombeiros serão providenciados o mais breve possível. “Estávamos em funcionamento desde o dia 23 de dezembro de 2019 em Parauapebas e alguns documentos precisam ser renovados. Temos contatos com engenheiros elétricos, mecânicos e projetistas, vamos responder aos documentos administrativos solicitados pelo Corpo de Bombeiros e assim que o parque voltar ao seu funcionamento normal iremos divulgar na mídia”, relatou o empresário, afirmando que o Parque São Jorge não está com problemas em sua estrutura, e sim em questões administrativas.

Raimundo Moreira de Oliveira – Empresário

 

Publicidade

Veja
Também