Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Região de Integração Carajás apresentará demandas ao Estado em audiência pública

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Foto: Reprodução | Redes sociais

A Região de Integração Carajás será a próxima a debater suas principais demandas e necessidades durante audiência pública do Plano Plurianual (PPA) 2020-2023. A audiência será realizada no município de Marabá, no sudeste paraense, no próximo dia 4 de abril. Assim como ocorreu com a audiência pública realizada em Santarém no último dia 21 de março, a reunião programada para Marabá também será desenvolvida em meio à agenda do programa Governo Por Todo o Pará.

Ainda no início da audiência pública deverão ser apresentados os compromissos regionais previstos para a Região de Integração Carajás nas mais diversas áreas, momento em que a população poderá se inteirar sobre o que o Governo vem pensando para o Estado do Pará pelos próximos quatro anos. Tendo conhecimento disto, o público presente terá a oportunidade de expor sugestões, encaminhamentos ou mesmo fazer algum questionamento sobre as propostas de diretrizes e investimentos estratégicos.


Esse protagonismo da sociedade é justamente o foco das audiências públicas, já que as mesmas têm como objetivo promover a participação da sociedade na elaboração do PPA 2020-2023, proporcionando um espaço de diálogo aberto para a construção de soluções para as questões apresentadas pela comunidade.

Plano Plurianual – O chamado Plano Plurianual é um dos principais instrumentos de planejamento do estado, na medida em que estabelece as diretrizes, os investimentos estratégicos e as ações estruturantes que servirão de norte para a atuação do governo nos próximos quatro anos. Sua elaboração é uma exigência prevista no artigo 165, §1° da Constituição Federal e pelo artigo 204 da Constituição Estadual, passando a vigorar sempre a partir do 2º ano do mandato governamental e seguindo até o primeiro ano do mandato seguinte.

Dentro desse processo de elaboração, a Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan) é a responsável por coordenar os trabalhos. A secretária de Planejamento, Hana Ghassan, destaca que o PPA 2020-2023 será balizado em algumas premissas importantes para o desenvolvimento do Estado do Pará, como a descentralização enquanto forma de fortalecimento dos municípios e da redução das desigualdades regionais; a transparência pública; a participação social; a eficiência da máquina e a inovação. “Podemos dizer que o PPA tem dois grandes objetivos: garantir que a sociedade faça o acompanhamento dos compromissos assumidos durante a eleição e, em segundo lugar, ele serve como um norte para o Governo no sentido de que o mesmo acompanhe se os produtos realmente estão sendo entregues para a população”, resumiu. “O que nós queremos é que seja um plano bem alinhado com a realidade do Estado e também com os anseios da população”.

Os encaminhamentos e conclusões obtidos durante a audiência serão registrados em relatório e, posteriormente, poderão vir a subsidiar as demais fases da elaboração do PPA. Além da participação presencial em uma dessas audiências públicas, a população também poderá contribuir com o planejamento estratégico do Estado por meio do site da Seplan. As contribuições online podem ser encaminhadas até o dia 28 de junho.

 

Publicidade

Veja
Também