Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Remo bate o Independente por 2×0 e conquista o Parazão 2015

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O jogo terminou 2 a 0, com todos os gols sendo marcados no primeiro tempo. O primeiro foi logo aos 50 segundos de partida, enquanto que o segundo aconteceu aos 26 minutos, sendo todos eles marcados pelo atacante Rafael Paty. Com a atuação, o camisa 9 isolou-se na artilharia da competição com sete tentos.

Após o título, o Remo voltará a campo nesta quinta-feira (7), às 22h, em uma nova final, disputando a taça da Copa Verde, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), contra o clube de mesmo nome da cidade.


1º tempo: Gols do Remo e pressão do Independente – O jogo começou e demorou apenas 50 segundos para que a falta de ritmo do Independente e o embalo do Remo resultar em gol. Em cruzamento de Bismark, da ponta direita, Alencar Baú pulou para evitar o gol direto e acabou jogando a bola na cabeça de Rafael Paty. O camisa 9 do Leão testou com categoria para abrir o marcador.

O Galo tentou acalmar a partida com investidas de Wegno e Joãozinho, mas tinha um Remo empurrado pela torcida para buscar o segundo gol. Aos 26 minutos, o placar do Mangueirão voltou a ser alterado com festa azulina. Eduardo Ramos cobrou uma falta da direita e mandou direto em Paty, que não desperdiçou, marcando o segundo gol do Remo, o segundo dele na partida e o sétimo no campeonato. Desta forma, o 9 remista isolou-se na artilharia do campeonato.

Três minutos depois, o Independente passou a desfrutar de desatenções da zaga azulina para levar perigo ao gol de Fabiano. No lance, Jaquinha recebeu e virou para Ângelo levantar na área.

Wegno recebeu sozinho, sendo observado de longe por três marcadores do Remo, ajeitou a redonda para a esquerda e chutou por cima do arco de Fabiano.

Na ocasião, o time de Lecheva era todo ataque e, aos 31, foi a vez de Ângelo lançar para Jaquinha cruzar na testa de Wegno, que chegou entre dois marcadores e desviou para fora.

Já aos 36 minutos, Eduardo Ramos mandou um lançamento na diagonal para Ratinho. Izequias cortou com o peito e acabou perdendo a bola para o mesmo Ratinho, que, dentro da área, soltou uma pancada. Alencar Baú mostrou agilidade e espalmou para salvar o Galo.

2º tempo: Remo se segura e levanta a taça – O Independente voltou a campo ainda mais ofensivo e o resultado saiu no primeiro minuto. Léo Rosas saiu pela direita e cruzou para o zagueiro Ivson testar com muito perigo. Fabiano espalmou no reflexo e viu a sobra ficar com Wegno, que chutou pela linha de fundo.

Três minutos depois, Jaquinha recebeu na canhota e lançou Daniel Piauí, que soltou uma pancada de fora da área. Fabiano só observou e viu a redonda passar muito perto do seu ângulo esquerdo.

O Remo passou a tentar estocar as investidas do Galo, que só voltou a atacar aos 23 minutos, com o garoto Raigol. Ele apareceu na área para aproveitar o cruzamento de Léo Rosas para testar muito perto do mesmo ângulo esquerdo do goleiro remista.

Cinco minutos depois, o Galo ganhou uma falta na lateral direita. Jaquinha saiu da esquerda para o outro lado do campo para fazer a cobrança. Ele bateu com efeito buscando o lado direito de Fabiano. Ninguém tocou na redonda e ela saiu raspando a trave azulina.

Já no final do jogo, quando os remistas já comemoravam o título no banco de reservas, Sílvio foi lançado na direita e avançou. Ele saiu da marcação e chutou com força para a belíssima defesa de Alencar Baú, aos 42 minutos.

Ficha técnica (Remo 2 x 0 Independente)

Remo – Fabiano; Levy, Igor João, Max e Alex Ruan; Ameixa, Dadá (Felipe Macena), Eduardo Ramos e Ratinho (Alberto); Bismark e Rafael Paty (Sílvio)

Independente – Alencar Baú; Léo Rosas, Rubran (Ivson), Izequias e Jaquinha; Dudu, Chicão, Kariri (Daniel Piauí) e Ângelo; Wegno (Raigol) e Joãozinho

Gols: Rafael Paty (50” e 26’/1ºT) para o Remo

Cartões amarelos: Alex Ruan e Ameixa (Remo); Jaquinha, Dudu e Chicão (Independente)

Local: Mangueirão (Belém/PA)

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva

Auxiliares: José Ricardo Guimarães Coimbra e Luís Diego Lopes Nascimento

Reportagem e foto: ORM News

Publicidade

Veja
Também