Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Rodada de conversa reúne pessoas em torno da discussão em favor das pessoas com deficiência

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Estamos vivendo um momento histórico, muito importante. Vários segmentos sociais lutam pela garantia de seus direitos, entre elas, as pessoas com deficiência. Fato notado nas composições de associações que congregam grupos distintos que tem ganhado voz, sendo objeto de criação de leis.
Sendo assim, o CMDPDP – Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Parauapebas, realizou uma roda de conversa com representantes dos poderes executivo, legislativo, sociedade civil organizada e diversas entidades. Ato dado na tarde de quarta-feira, 20, no auditório da ACIP- Associação Comercial, Industrial e Serviços de Parauapebas.

O ato faz parte da programação da IX Semana de luta pelos direitos da pessoa com deficiência que tem como principais eixos: Prevenção, reabilitação, acessibilidade, inclusão no mercado de trabalho, paradesporto e atendimento educacional especializado; e foram estes mesmos eixos objetos de debates na roda de conversa, já que os responsáveis pelos citados assuntos abordados se faziam presentes.


Representando a Câmara Municipal, os vereadores Zacarias Marques, Horácio Martins e Luiz Castilho, pediram que a população através de entidades representativa provoque aquele parlamento para que possam entrar nas lutas com eles.

Já o poder executivo através de representantes da Secretaria Municipal de Saúde, que neste momento passa por transição na gestão da pasta, se pronunciou e mostrou avanços e ainda projetos para se fazer ainda mais no que tange aos pontos Prevenção, reabilitação.

 

No tópico acessibilidade, quem falou foi o Secretário Municipal de Urbanismo, Edmar Cruz Lima; este reconheceu as necessidades de adaptações tanto nas calçadas e passeios e até mesmo nos prédios públicos.

Porém, a grande crítica apresentada surgiu no tópico inclusão no mercado de trabalho, já que, segundo o cadeirante Jeová Botelho, nem mesmo os poderes executivo e legislativo de Parauapebas, respectivamente, estão cumprindo a Lei de Cotas para pessoas com deficiência.

O Secretário de Desenvolvimento de Parauapebas, João Correia, se disse envolvido em todos os segmentos sociais e tem procurado auxiliar no desenvolvimento do planejamento inclusivo das pessoas com deficiências.

“O objetivo da rodada de conversa foi elaborar pauta para posterior reunião com os três poderes e assim avançar nas discussões e realizações de ações que contemplem as pessoas com deficiências no Município, assim como garantindo o cumprimento dos direitos destas pessoas”, resumiu José Monteiro, presidente do CMDPD, dando por satisfeito com as discussões lamentando apenas a ausência de representante do Poder Judiciário.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também