Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Rodoromaria finaliza o Círio de Nazaré em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Centenas de católicos compareceram no último dia desta festa de fé dos paraenses

A programação deste sábado (24) teve início às 17h00 Igreja de São Francisco de Assis, localizada no Bairro Rio Verde, em Parauapebas com a tradicional missa com a participação do bispo diocesano que explica que a igreja se preocupa com os fies, e que as cidades que realizaram o Círio tiveram que adotar a esta nova realidade.
“Esta comemoração da fé foi realizada em Belém, Marabá, Parauapebas e em outros municípios, mas tudo foi pensado e planejado para não haver aglomerações, por isso, em vez de uma romaria foi realizado a Rodoromaria, para que os católicos possam professar sua fé em Nossa Senhora de Nazaré”, explica Dom Vital Corbeline.


Bispo Dom Vital em sua homilia afirma que Maria sempre intercede pelos seus filhos

Desta vez, a igreja estava mais cheia que na troca do manto, foi colocado um telão de led na pracinha que fica na lateral, onde muitos acompanharam ao vivo, pela transmissão do Portal Pebinha de Açúcar.

Dom Vital também lembra que o tema sempre é escolhido de acordo a realidade que a sociedade vive, é este ano, abrangeu todo os cidadãos do mundo que vivem uma realidade de medo e mortes decorrente ao novo Coronavírus.
“Maria de Nazaré Auxílio dos que sofrem, a nossa Senhora vem na proteção do povo que está sofrendo com esta doença e ajuda confortar os corações das pessoas que perderam algum amigo ou familiar com este vírus que vem devastando a sociedade, e é necessário aprender neste momento para sobreviver e rever valores”, explicou o Bispo.

Este ano, a Rodoromaria juntou a galera que gosta de bicicleta, a turma das motos e com certeza carros e camionetes que rodaram as principais ruas da cidade, da Igreja de São Francisco de Assis até o local que será construído o Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, no Bairro Parque dos Carajás. Foram mais de 7 km de muita animação e devoção das pessoas que ficaram em seu lar, mas não perderam a oportunidade de sair para as calçadas para prestar homenagem para a santa padroeira do Pará.

Uma das participantes da Rodoromaria foi a senhora Francisca da Conceição, e ela afirma que sua família estava se destruindo aos poucos, e ela colocou na mão de Nossa Senhora, pedindo o fim das brigas e a união entre todos. Segundo ela, deu certo.
“Em 2007, minha família quase se desfez, brigas e mais brigas. Vim ao Círio daquele ano e pedi a nossa senhora o fim das desavenças, e aos poucos a família foi se reestruturando, e hoje, vivemos todos em paz e união, e desde então não perco o Círio, nem mesmo com este vírus rondando nossas vidas, tenho uma dívida de gratidão com nossa mãe Santíssima”, explica a dona de casa.

Dona Francisca da Conceição participou do Círio mesmo com medo da Pandemia, pois ela afirma que tem uma dívida de gratidão com Nossa Senhora

Terminou o Círio de 2020, e agora já começam as programações do próximo ano, e se Deus quiser, o Portal Pebinha de Açúcar vai acompanhar e transmitir esta festa de fé novamente.

Reportagem: Adersen Arantes | Portal Pebinha de Açúcar

 

Publicidade

Veja
Também