Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

SEBRAE mapeia segmentos com maior potencial de crescimento em Parauapebas e Canaã

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Em uma pesquisa inédita, realizada no segundo semestre de 2016, o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), traçou o perfil do potencial de consumo e de satisfação da população dos municípios de Parauapebas e Canaã dos Carajás. A instituição listou 92 itens relacionados a bens e serviços, e chegou aos principais segmentos com potencial de crescimento, levando em conta quatro fatores: proporção de consumo, índice de insatisfação, interesse do consumidor e o potencial de negócio.

Para realizar a pesquisa, o SEBRAE entrevistou moradores, visitantes e empresários, e chegou à conclusão que em Parauapebas, os setores que mais têm chances de crescimento são: Academias de ginástica; Agência de turismo; Cyber café; Empresa de vigilância; Curso de língua estrangeira; Curso preparatório para concurso; Curso profissionalizante; Restaurante e Transporte escolar.


A mesma análise realizada no município de Canaã dos Carajás, resultou em uma lista com algumas diferenças: Academias de ginástica; Agência de Turismo; Bares; Choperias; Empresa de vigilância; Curso de língua estrangeira; Curso preparatório para concurso; Floricultura; Lavanderia e Restaurante.

Para o gerente do SEBRAE em Parauapebas, Raimundo Nonato, o levantamento contribui para quem procura abrir um negócio na região conforme a demanda por consumo. “Quando as pessoas começam um negócio por necessidade, muitas vezes sem o cuidado de pesquisar, o risco de insucesso é muito grande”, alertou.

Em decorrência do desemprego, a procura para se tornar um micro empreendedor individual vem crescendo a partir de 2015, de acordo com o índice GEM (Global Entrepreneurship Monitor) em todo o país, mas para abrir o próprio negócio, muitos empreendedores não sabem qual ramo tem maior espaço.

Para se ter uma ideia, o levantamento registrou 42 academias de ginástica em Parauapebas, levando em conta a densidade demográfica medida pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), existe uma academia para cada 4.522 habitantes, mais de 76% da população tem interesse em consumir este tipo de serviço, a chance de um negócio como este ser bem aceito no mercado chega a 53%, em Canaã dos Carajás, este percentual ultrapassa 57%.

“Essas informações das pesquisas vão auxiliar essas pessoas a ajustar sua necessidade de abrir um negócio com as oportunidades que o mercado está oferecendo”, finalizou Raimundo Nonato.

Reportagem: Jéssica Diniz / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também