Publicidade

Secretaria de Saúde apresenta Boletim Epidemiológico com números da Sífilis no município

Os números e gráficos usados nesta matéria foram fornecidos pela Vigilância em Saúde, um departamento da Secretaria Municipal de Saúde de Parauapebas que expediu Boletim com dados detalhados da Sífilis no Município.

Trata-se de uma doença infecciosa que evolui lentamente em três estágios, geralmente transmitida por contato sexual, e mais raramente por contaminação fetoplacentária, causada pela bactéria Treponema pallidum e caracterizada por lesões da pele e mucosas.


De acordo com dados, constantes no Boletim Epidemiológico, o número de casos de sífilis adquirida apresentou algumas oscilações nesse período, com pico no ano de 2017 com 96 casos confirmados e taxa de detecção de 47,44 casos por 100 mil habitantes. O número de casos de sífilis em gestante manteve-se com poucas variações com o pico em 2015, quando apresentou 112 casos e taxa de detecção de 22,33 casos/1000 nascidos vivos. A sífilis congênita também apresentou poucas variações em seu número de casos, sendo o ano 2014 o de maior número, com 73 casos e taxa de detecção de 13,62 casos/1000 nascidos vivos.

 

Os maiores percentuais de casos de sífilis congênita, entre os anos de 2008 a 2018, ocorreram em crianças cujas mães tinham entre 20 e 34 anos de idade.

Em 2018, 65,22% dos casos de sífilis congênita ocorreram em bebês de mães com idade entre 20 e 34 anos, 26,09% de 15 a 19 nos, 6,52% de 35 a 49 anos, e 2,17% de 10 a 14 anos de idade.

O número de casos de sífilis em grávidas, em relação ao ano de 2015, quando houve 112 casos confirmados, o número baixou para 78, em 2016, e em 2018 caiu para 74 casos confirmados, o que representa 15,5% de redução em relação ao ano de 2015.

A maioria dos casos de sífilis em gestante foram notificados no Hospital Municipal Dr. Teófilo Soares de Almeida Filho em Parauapebas, no ano de 2018, com 38 casos. Em seguida aparecem os Centros de Saúde Guanabara e Cidade Nova, com 7 e 6 casos notificados, respectivamente.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu