Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Secretário de Meio Ambiente de Curionópolis ameaça radialista

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Foi um susto para o radialista Wanderley Mota, apresentador do programa matinal “Bom dia Liderança”, na rádio Liderança FM. “Fui surpreendido com áudio no meu celular pessoal enviado pelo senhor Adalto Santos, atual secretário de Meio Ambiente do município de Curionópolis, em que usa termos que claramente representam ameaça de morte a minha pessoa”, conta assustado Wanderley, relatando que no trecho mais incisivo do áudio, o dito senhor fala: “…você fica entrando na desse povo aí. Pinto que acompanha pato, morre afogado, meu velho…”, entre outras considerações que representam tudo, menos uma resposta condizente com a sua função pública, quanto a crítica que é emitida no programa, de forma urbana, intercedendo pela melhora no serviço de coleta de lixo da cidade de Curionópolis.

Preocupado com a própria segurança, Wanderley Mota, que é bastante conhecido na região e atua no rádio há mais de 15 anos, tratou de informar imediatamente o ocorrido à direção do Grupo Correio de Comunicação, do qual a emissora faz parte e em seguida tratou de proceder registro de ocorrência policial para se resguardar.


Wanderley Mota afirma que foi ameaçado de morte

 

O radialista solicitou, ainda, que a AICOP – Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas, se manifestasse oficialmente quanto ao ocorrido, repudiando a ameaça e exigindo uma retratação do governo de Curionópolis, de forma a que tal ameaça inaceitável, não se repita com outros colegas e signifique tolhimento à livre expressão e trabalho dos profissionais de Imprensa.

A resposta da entidade foi imediata e, em nota de repúdio, a presidente da AICOP manifestou seu repúdio ao ato contra ação do Secretário de Meio Ambiente de Curionópolis, Adalto Santos, que de forma agressiva e ameaçadora, contra o radialista Wanderley Mota, que relatou a entidade o ocorrido, tendo sido surpreendido com um áudio no seu celular pessoal.

“A AICOP repudia e pede as autoridades do município de Curionópolis, que possam tomar as devidas providências, uma vez que o direito de imprensa foi violado”, diz em um trecho da nota.

Em outro trecho, a nota afirma que: “A entidade não compactua com esse tipo de ação. Pois o dever de levar à sociedade informações de interesse público deve ser zelado como consta na constituição federal, é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença (art. 5º, inciso IX); é vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística (art. 220, § 2º).
A categoria se manterá cada vez mais unida contra esses tipos de ações contra a lei de imprensa. Esperamos que prefeito de Curionópolis tome atitude e retratação sobre o caso urgentemente”, conclui a nota, assinada por sua presidente Cléo Lopes.

Outro lado

A equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar entrou em contato com o Secretário Municipal de Meio Ambiente de Curionópolis, Adalto Santos, para que ele pudesse comentar sobre a ameaça denunciada por Wanderley Mota. Através de mensagem enviada pelo aplicativo WhatsApp, Adalto afirmou: “Nunca ameacei o Wanderley Motta, eles que estão interpretando tudo ao contrário, bom dia”.

Publicidade

Veja
Também