Seduc capacita profissionais para incentivo ao esporte paralímpico em Canaã dos Carajás

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) promoveu, nos dias 16, 17 e 18 de março, uma formação com aulas teóricas e práticas para professores de educação física em Canaã dos Carajás, município da região Sudeste. A iniciativa foi coordenada pelo Núcleo de Esporte e Lazer da Seduc (NEL), com o objetivo de destacar a importância do esporte paralímpico e capacitar profissionais locais para ministrar aulas a pessoas com deficiência (PcDs), durante atividades realizadas na Usina da Paz (UsiPaz) do município.

Vinte e cinco educadores participaram da programação, recebendo conhecimentos da equipe de especialistas da Seduc, com ênfase nas práticas corporais para PcDs. Também foram ministradas duas oficinas, a primeira voltada para aulas da disciplina de Educação Física Inclusiva e Adaptada, e a segunda abordou as modalidades paradesportivas (bocha, natação para PcDs e golbol), em atenção direta e exclusiva ao esporte paralímpico e adaptado.


O coordenador de Esporte e Lazer do NEL, Marcley Lima, ressaltou que a capacitação é importante para que os educadores físicos possam desenvolver atividades da melhor maneira possível. Segundo ele, este foi apenas o início de uma formação continuada no município.

“O evento foi fundamental para que os professores possam atuar com eficiência, especificamente nos locais em que teremos as UsiPaz, para que eles tenham como trabalhar, ensinar e realizar a verdadeira inclusão através do esporte. Portanto, este é o início de um processo formativo que, mesmo após a inauguração deste complexo de serviços gratuitos do Governo do Estado, continuaremos com esse programa de capacitação”, destacou.

Experiências – De acordo com a professora Kellen Machado, que ministrou uma das oficinas, a programação promoveu o esporte paralímpico em escolas da rede pública estadual, com a possibilidade de repassar experiências aos professores de Canaã dos Carajás. “Nossa intenção é fomentar o esporte paraolímpico dentro dos espaços de aprendizagem. Dessa forma, a capacitação em Canaã dos Carajás possibilitou compartilhar diversas experiências dentro desta modalidade desportiva e promover uma educação física mais inclusiva e adaptada aos profissionais que atuam nesta profissão”, informou.

A educadora disse, ainda, que a “pessoa com deficiência precisa de visibilidade, e isso se dá a partir das possibilidades dentro das práticas corporais nas aulas de educação física”, complementou Kellen Machado.

veja também