Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Segundo CAGED, Pará abriu 3.509 novas vagas de emprego formal em julho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Principal responsável pelo desempenho do estado foi a Construção Civil

O mês de julho fechou com saldo positivo no emprego formal no Pará. Foram abertas +3.509 vagas, resultado de 22.135 admissões e 18.626 desligamentos. A diferença representou uma variação de +0,50% no número de empregos em relação a junho. Os dados estão no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado pelo Ministério do Trabalho nesta quarta-feira (22).


O principal responsável pelo desempenho do estado foi a Construção Civil, que abriu 2.533 vagas (veja tabela abaixo).

Pará – Comportamento do emprego segundo Setores de Atividade Econômica
Setores de Atividade EconômicaSaldo de Julho de 2018
Variação AbsolutaVariação Relativa (%)
Extrativa Mineral1790,92
Indústria de Transformação5110,63
Serviços Industriais de Utilidade Pública – SIUP1582,04
Construção Civil2.5333,83
Comércio-367-0,18
Serviços230,01
Administração Pública-1-0,01
Agropecuária4730,89
Total3.5090,50

Desempenho nacional

O emprego formal no Brasil teve expansão no mês de julho, com a abertura de 47.319 novos postos de trabalho, uma variação de +0,12% em relação ao estoque de empregos do mês anterior. A alta no emprego formal em julho foi resultado de 1.219.187 admissões e 1.171.868 desligamentos.

Houve crescimento do emprego formal em seis dos oito setores econômicos. A maior expansão foi dos setores de Agropecuária (17.455 postos), Serviços (14.548 postos) e Construção Civil (10.063 postos).

A Indústria de Transformação (4.993 postos), os Serviços Industriais de Utilidade Pública (Siup) (1.335 postos) e a área Extrativa Mineral (702 postos) também tiveram saldos positivos. Os recuos foram nos setores de Administração Pública (-1.528 postos) e Comércio (-249 postos).

Desempenho regional

O saldo de empregos de julho foi positivo em quatro das cinco regiões do país, com destaque para o Sudeste, com abertura de 24.023 postos (+0,12%). Os demais crescimentos foram verificados no Centro-Oeste, com 9.911 postos (+0,31%); Nordeste, com 7.163 vagas (+0,12%); e Norte, com 6.635 postos (+0,39%). A única redução ocorreu na Região Sul, com fechamento de 413 vagas (-0,01%).

Publicidade

Veja
Também