Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Segundo pesquisa, aprovação do governo Helder Barbalho cresce e chega a quase 70% no Pará

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Pesquisa do Instituto Real Time Big Data mostra que maioria dos entrevistados apoia atuação do governador em casos polêmicos, como queimadas e massacre em presídio, e 60% avaliam que segurança pública melhorou no Estado

A aprovação do governo Helder Barbalho cresceu no Pará, conforme pesquisa realizada nos dias 5 e 6 de setembro pelo Instituto Real Time Big Data, encomendada pela Record TV. Enquanto 64% dos entrevistados aprovavam a gestão em abril deste ano, em setembro este número aumentou para 69%. A sondagem mostra, ainda, que 50% da população considera o governo bom ou ótimo. Com relação ao desempenho do governador durante os oito meses de gestão, 49% consideram bom ou ótimo.


No que se refere às áreas do governo, 60% dos entrevistados afirmaram que a segurança pública está melhor durante a gestão de Helder Barbalho. No caso da saúde e da educação, 28% avaliam que está melhore 51% que está igual. Na parte de economia e geraçãode empregos, 22% afirmaram que a situação está melhor e 47% que está igual.

Com relação a situações polêmicas recentes envolvendo o Pará, 61% da população considera positiva a atuação de Helder Barbalho no caso da chacina do Guamá; 55% avaliam positivamente a atuação no episódio do massacre de Altamira e 76% consideram positiva a portaria que torna mais rígida a entrada de alimentos e visitas nos presídios estaduais.

Sobre as queimadas, 47% dos entrevistados consideram que Helder Barbalho está fazendo tudo o que está seu alcance para solucionar o problema; 20% avaliam que o governador está tentando uma solução, mas é algo que depende do presidente Jair Bolsonaro; 22% afirmaram que o governador está fazendo pouco 9% consideram que a atuação de Barbalho está piorando a situação.

Se a eleição fosse hoje, 89% daqueles que votaram em Helder Barbalho manteriam o voto e apenas 10% mudariam. Com relação ao seu adversário no segundo turno, Márcio Miranda, 32% dos eleitores mudariam o voto e 59% manteriam. Um total de 62% dos entrevistados votaria na reeleição de Barbalho para o governo.

Sobre o governo do presidente da República Jair Bolsonaro, 38% da população no Pará o consideramótimo ou bom; 30% classificam como regular; 18% consideram ruim e 20% avaliariam como péssimo. Um contingente de 4% não soube responder.

A pesquisa foi realizada com 950 entrevistados no Pará e possui margem de erro de 4%.

Publicidade

Veja
Também