Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Segup define ações de combate à criminalidade no sul e sudeste

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Ainda em agosto, várias ações serão desencadeadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) no sudeste do Pará, para prevenir e combater a criminalidade. O conjunto de ações foi definido na reunião realizada na tarde desta quinta-feira (3), em Belém, entre representantes da Segup e da Casa Civil da Governadoria, prefeitos, deputados estaduais, integrantes da Federação das Associações dos Municípios do Estado do Pará (Famep) e vereadores de várias cidades do sul e sudeste paraense.

Três grandes ações foram estabelecidas. Inicialmente, uma equipe de técnicos da Segup irá aos municípios, definir com representantes dos poderes Executivo e Legislativo iniciativas conjuntas de prevenção e combate à criminalidade.


A segunda medida oficializada entre a Secretaria e as prefeituras. O secretário de Segurança e Defesa Social, Jeannot Jansen, e dirigentes dos órgãos integrados à Segup, visitarão as cidades. “Vamos olhar a realidade local, conversar com as lideranças e com os representantes dos poderes Legislativo, Executivo, Judiciário local e Ministério Público, a fim de integrarmos os esforços para a melhoria da segurança na região”, explicou o secretário Jeannot Jansen.

A terceira medida anunciada é a execução de operações seletivas, a serem programadas com tempo e apoio da área de inteligência das polícias Civil e Militar, com a colaboração do MP e do Judiciário.

Resolução – Artur Brito (PV), recém-empossado prefeito de Tucuruí, que substituiu o prefeito Jones Galvão (PMDB), assassinado no dia 25 do mês passado, disse na reunião que “foram discutidas as futuras medidas a serem tomadas, a melhorar a segurança nos municípios do sul e sudeste do Pará. O secretário se comprometeu a solucionar e resolver os casos de homicídios de prefeitos de nossa região”.

No início da reunião, o prefeito de Breu Branco, Francisco Garcez , agradeceu ao secretário e ao delegado-geral de Polícia Civil, Rilmar Firmino, o resultado das investigações referentes ao assassinato do prefeito Diego Kolling, que resultou na prisão dos autores do homicídio. “Eu fui à rádio e agradeci ao delegado (Rilmar) e ao secretário pela elucidação da morte do prefeito”, disse Francisco Garcez. “Saio satisfeito da reunião”, assegurou.

Dentre os dirigentes da área de segurança, também estiveram presentes o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Hilton Benigno, o secretário adjunto de Inteligência e Análise Criminal, delegado Rogério Moraes, o subchefe da Casa Civil, Jair Pinto, e a delegada Silvia Rêgo, diretora de Prevenção Social da Violência e Criminalidade (Diprev), da Segup.

Reportagem: Sérgio Chêne

Publicidade

Veja
Também