Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Sem matérias para discussão, vereadores ‘armam palanques’ na Câmara de Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Nesta terça-feira (16) iniciaram em todo o Brasil as campanhas eleitorais que têm como objetivo apresentar aos munícipes os candidatos a prefeito e a vereador, que eleitos, comandarão os poderes executivo e legislativo nas respectivas cidades em 2017.

Apesar de oficialmente a campanha só ter sido liberada hoje pela Justiça Eleitoral, o período pré-eleitoral movimentou muito os quatro cantos de Parauapebas.


Durante a manhã desta terça-feira, mais uma sessão ordinária foi realizada nas dependências da Câmara Municipal de Vereadores de Parauapebas, e pelo clima entre os vereadores, ficou claro como será o tom na Casa de Leis durante o processo eleitoral.

Como na Sessão não houve apreciação de matérias, tendo em vista que na pauta haviam três indicações previstas para serem votadas, porém, o autor, vereador Bruno Soares (PSD), faltou e por isso as proposições não foram apresentadas.

Sem matérias a serem votadas, os vereadores apenas fizeram uso da palavra no “Grande Expediente” e nas “Explicações Pessoais”, momentos em que eles têm 10 e cinco minutos, respectivamente, para falar sobre o assunto que quiserem.

Nos discursos prevaleceram críticas à administração do prefeito municipal Valmir Mariano (PSD), por parte dos parlamentares de oposição e a defesa, feita pela base governista.

Em sua fala, encerrando os trabalhos da sessão, o presidente da Mesa Diretora, vereador e candidato à reeleição, Ivanaldo Braz (PSDB), pediu aos demais parlamentares que mudassem o tom dos discursos em plenário neste período eleitoral, pregando a paz entre os colegas.

Na próxima terça-feira, dia 23, haverá sessão ordinária a partir das 9 horas.

Publicidade

Veja
Também