Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

SEMURB tenta remanejar feirantes dos arredores da antiga Feira do Produtor e encontra resistência

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na reunião que aconteceu no dia 14 de outubro deste ano com representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário; além do Ministério Público e Defensoria Pública ficou decidida através de ordem judicial expedida pelo juiz de Direito Líbio Moura que os 233 feirantes que mantêm atividades na Feira do Produtor devem desocupar o lugar até o dia 26 deste mês.

Na manhã desta segunda-feira (16), a Secretária adjunta da Secretaria Municipal de Urbanismo (SEMURB), Márcia Araújo, esteve nas instalações da feira para remanejar os feirantes para a Mercado Municipal do Rio Verde.


De acordo com Márcia, o remanejamento acontecerá de forma pacífica e gradativa, e que primeiro sairão as pessoas que trabalham com hortifrúti.
“Nós estamos atendendo um recomendação do Ministério Público e do Judiciário. Alguns pessoas estão querendo sair, outras não”, disse a Secretária adjunta.

O presidente da Associação dos Trabalhadores Autônomos no Comércio Informal de Parauapebas (ATACIPA), Antônio Rodrigues da Silva, declarou em entrevista que, a princípio, vão resistir ao remanejamento porque não foram cumpridas as melhorias prometidas.
“Já trabalhamos aqui há anos. Só queremos sair se for para outro lugar melhor. Lá a gente sabe que não tem a estrutura que precisamos”, disse Antônio, acrescentando que o ideal seria eles irem para o Mercado Municipal do Bairro Rio Verde, porém, para isso, o local deveria receber uma reforma.

Ainda de acordo com Márcia Araújo, ainda não há nenhum projeto específico de reurbanização para a área. “Nós temos que eliminar isso da cidade, infelizmente aqui tem muitos focos de criminalidade, pontos de comercialização de drogas e falta de higiene”, citou ela.

Devido o remanejamento a Rua 14, no sentido Faruk Salmen, foi bloqueada para retirada dos objetos e produtos dos feirantes.

Reportagem: Stéfani Ribeiro – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também