Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Socorro às vitimas de acidentes de trânsito lidera atendimentos do SAMU em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Desde o início do ano até agosto foram mais de 400 atendimentos só na área de trânsito

A busca por um trânsito mais seguro está sendo um desafio para as autoridades. Apesar das campanhas educativas e intensas fiscalizações, o registro de acidentes são constantes. Um reflexo disso pode ser percebido mediante aos relatórios de atendimentos do Serviço de atendimento Móvel e Urgência de Parauapebas (SAMU).


De janeiro a agosto deste ano, as equipes do SAMU realizaram 1.176 atendimentos na Unidade de suporte Básico (USB). Destaques para os acidentados que foram 410 no total, 370 clínicos e 90 casos psiquiátricos. Os demais são agressões, afogamento, obstétricos, queda intoxicação, entre outros.

“A tendência é que esse número aumente ainda mais. A previsão é que a gente feche o ano em mais de 2.000 atendimentos. Nós atendemos a zona rural também e é possível perceber que é crescente o número de acidentes entre as duas Palmares. A maioria, acidentes com vítimas fatais”, ressalta o coordenador do SAMU Parauapebas Manoel Ilson.

Em maio deste ano o SAMU Parauapebas ganhou uma nova unidade móvel, trata-se da Unidade de suporte avançada (USA). Até o mês de agosto, já foram registrados 240 atendimentos. Destes, 90 foram casos de acidentes automobilísticos.

O serviço do SAMU é acionado exclusivamente pelo número 192. A central de regulação fica localizada em Marabá, e é ela que administra o serviço em oito municípios da região.

O coordenador ressalta que os atendimentos seguem obrigatoriamente um protocolo, portanto, é necessário que o solicitante esteja munido de informações. “É estar no local, passar o endereço correto, informar a situação da vítima, se estar consciente ou não, com ferimentos, etc. A partir dessas informações, o médico regulador vai definir qual a unidade que deverá se encaminhada e se haverá necessidade de apoio do Corpo de Bombeiros, por exemplo”.

 

SAMU Parauapebas

Implantado em maio de 2014, o SAMU Parauapebas desenvolve um trabalho no atendimento de pessoas que preciso de assistência médica emergencial. No município, cerca de 30 pessoas trabalham para manter um serviço oferecido à população 24 horas por dia.

Reportagem: Anne Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também