“Somos da paz e queremos construir juntos”, relatou Darci a vereador que disse só se calar se o matarem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Darci Lermen (MDB) – Prefeito de Parauapebas

Ao usar a tribuna na 1ª Sessão Ordinária da 9ª legislatura da Câmara Municipal de Parauapebas (CMP), ocorrida na tarde da última quinta-feira (18), o vereador Aurélio Goiano (PSD) chamou a atenção do prefeito Darci Lermen (MDB), presente naquela sessão, citando a situação do Bairro Nova Carajás, onde moram tanto o vereador, quanto o prefeito. “Dê uma puxada de orelha em seus secretários e veja com olhar carinhoso a situação de Parauapebas. Estamos em uma cidade bilionária e vemos coisas tão simples que podem ser resolvidas, com tanta dificuldade para resolver”, questionou Aurélio Goiano, dizendo não poder deixar de expressar sua indignação com a Secretaria Municipal de Obras (Semob), por estar em sua avaliação um caos, também, as estradas da zona rural.

O vereador enumerou ainda a falta de água, dizendo ter que saber qual o bairro que tem, já que não tem na cidade toda. Aurélio contabiliza que teve 11 votos para participar de uma comissão importante. “Só que mexer com o sistema é muito bom! A coisa que mais tenho vontade na vida é ver o sistema se preocupar com um cara que é locutor de carro de som, badeco de rádio, mas, que teve 1.508 votos. E para me calar aqui nessa cidade, vão ter que mandar matar e comprar o caixão. Pode enterrar no Zé de Areia, não tem problema. Mas, vamos ser o fiscal que essa cidade merece”, garantiu Aurélio Goiano, dizendo que desempenhará seu trabalho para o qual foi eleito: ser fiscal da cidade bilionária. E seguiu dizendo: “Se o secretário de Saúde ou de Obras não gostar, tô me lixando. Fui eleito para fiscalizar e falar a verdade nesta tribuna e nas minhas redes sociais”.


Vereador Aurélio Goiano (PSD)

 

O prefeito Darci Lermen , também usou a tribuna naquela sessão, e afirmou que se eleger vereador não é tão difícil, porém, difícil é manter-se no cargo e merecer outra oportunidade através da reeleição. De acordo com o chefe do executivo, ninguém precisa “bater continência” para prefeito, nem para vereador, sem ser subserviente, sendo o mais importante que cada um toque sua vida e faça aquilo que acredita. “Somos da paz e queremos construir juntos. E se depender de nós, viu, Goiano, nunca você vai para o Zé de Areia. Nunca vamos te perseguir para te matar, pois, quem pode tirar a vida é só Deus e mais ninguém. Esse não é meu histórico. Não aceito nem suspeição sobre isso”, respondeu Darci Lermen, sobre a afirmação do vereador Aurélio Goiano, dizendo ser acostumado a lidar com política e a sofrer críticas, ponderando que elas sempre ajudam.

Publicidade

veja também