Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Tio que estuprou crianças envenenadas é transferido para presídio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Um homem acusado de violentar duas das cinco crianças que foram envenenadas em Paragominas, no nordeste paraense, foi encaminhado para o Centro de Recuperação Regional de Paragominas (CRPPA),  na tarde desta segunda-feira (23). A informação é do delegado Marcelino Kielmanovicze, responsável pelo caso.

Mesmo com laudo médico que apontou o abuso sexual das meninas e o depoimento de uma das vítimas, Francisco afirma ser inocente. “Ele nega a autoria. Negou todas as acusações. Há vários elementos que apontam o crime. As crianças passaram por um boletim médico. Nesse tipo de crime, a gente pesa muito o depoimento da vítima”, comentou.


As vítimas do crime tinham 10 e 5 anos. A menina de 10 anos apontou em depoimento as ações do criminoso, que já eram recorrentes. A menor, de apenas 5 anos, morreu por conta do envenenamento e portanto não foi ouvida pelo delegado, mas um exame atestou o estupro.

Francisco Pereira e Roque dos Santos, autor do envenenamento contra as crianças, devem responder passar por audiências de custódia até esta terça-feira (24), informou ainda o delegado.

ENTENDA O CASO

No último sábado (21), cinco crianças foram envenenadas por Roque dos Santos, de 48 anos. O acusado. O acusado cometeu o crime na  tentativa de se vingar da ex-namorada, que é mãe de três das crianças. Ele colocou o veneno no pão com manteiga e deu aos três filhos da ex-companheira e mais duas crianças, que estavam no local.

Segundo a Polícia Civil, as duas crianças que não são filhas da ex-companheira de Roque, estavam sendo abusadas sexualmente. Por meio de exames, a equipe médica identificou que tanto as duas menores que não eram alvo do criminoso estavam sendo abusadas sexualmente. Em depoimento, uma delas apontou que o autor do crime seria o tio, Francisco Pereira.

Reportagem: ORM News

Publicidade

Veja
Também