Tiririca é preso transportando cerca de 1kg de maconha em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Durante a noite da última terça-feira (22), Francinaldo Araújo Coelho, de 25 anos de idade, conhecido como Tiririca, foi preso pelo crime de tráfico de entorpecentes. Em sua companhia também foi capturado um adolescente de 15 anos de idade.

Segundo informações repassadas pelas autoridades policiais ao Portal Pebinha de Açúcar, Tiririca foi preso após denúncia que dava conta de que ele estava na Avenida Bom Jardim, Bairro Caetanópolis. Na oportunidade, os militares avistaram um veículo Fiat Mob, cor preta.


As informações do Boletim de Ocorrência Policial afirmam que a guarnição da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (ROCAM) realizava policiamento ostensivo e preventivo quando recebeu a denúncia de que um veículo estaria sendo utilizado para a comercialização de entorpecentes. Ao se deparar com o carro suspeito, os policiais realizaram a primeira tentativa de parada do elemento, entretanto, o mesmo não obedeceu e ainda teria jogado o veículo para cima de um dos policiais que estavam em motos.

Na fuga, o motorista ainda tentou se livrar de um embrulho com maconha prensada pesando 24 gramas. Não obedecendo a ordem de parar, foi necessário ser feito dois disparos pelos policiais, sendo que um dos pneus traseiros do veículo foi atingido.

Tiririca atuava como motorista de aplicativo e vendia drogas pelas ruas de Parauapebas

 

Na revista no interior do carro, os PM’s encontraram outro embrulho com maconha prensada pesando cerca de 240 gramas. Indagado se havia mais do produto ilícito, o elemento confessou ter mais droga em casa, onde ele levou os policiais, e chegando lá, entregou para a guarnição sete pedaços de maconha pesando 480 gramas e também confessou ter vendido uma certa quantidade da mesma droga para um indivíduo e em seguida informou o endereço da residência de seu cliente aos policiais, e ainda teria afirmado que a droga seria vendida no carnaval.

Perguntado se ele havia vendido o produto ilícito, o mesmo disse que teria vendido 100 gramas daquela substancia a um menor, e em seguida informou a Rua A, Bairro Primavera, como local onde havia entregue as 100 gramas de maconha. No local, os policiais foram recepcionados pelo próprio adolescente que indagado sobre o entorpecente que havia acabado de comprar de Francinaldo, o mesmo foi buscar a substância que estava escondida no forro do banheiro.

Mediante ao flagrante, ambos foram conduzidos para unidade policial para os procedimentos cabíveis.

Francinaldo Araújo já havia sido preso outra vez pelo crime de roubo.

veja também