Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Trabalhadores da Vale em Moçambique entram em greve por PL

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Trabalhadores da unidade de carvão da Vale em Moatize, em Moçambique, estão em greve desde a noite de segunda-feira por causa de um corte do bônus de remuneração variável. De acordo com a Agência de Informação de Moçambique, 1.400 trabalhadores entraram em greve porque a Vale cortou o pagamento de participação nos lucros, conhecido como remuneração variável, que a empresa diz pagar apenas se conseguir bons resultados financeiros.

A Vale disse que nenhum empregado recebeu o bônus porque a companhia não obteve a performance necessária no ano passado, devido à queda nos preços globais de commodities.


De acordo com a Vale, nenhum trabalhador global receberá a remuneração variável referente a 2015. Isso porque “a empresa não alcançou os resultados mínimos financeiros requeridos para se acionar seu pagamento”. A Vale afirma que a situação desfavorável ao pagamento da RV deve-se à queda de preço dos produtos que a Vale produz mundialmente, incluindo o carvão.

A RV é um pagamento adicional que a Vale global concede em todo o mundo, como prêmio em consequência de resultados positivos e extraordinários alcançados pela empresa. A RV, para cada trabalhador, é definida com base nos lucros gerados e com base no desempenho individual durante o ano.

Publicidade

Veja
Também