Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Trabalhadores de trânsito fazem ato nacional pela segurança

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A falta de condições de trabalho dos profissionais que exercem a segurança viária na fiscalização de trânsito dos municípios e dos estados está cada dia mais grave. Na última sexta, (27/05), o Agente de Trânsito e Transporte Agenilson Pereira Jorge foi assassinado enquanto trabalhava na cidade de Araguaína, Tocantins.

Visando chamar a atenção de autoridades em geral e comunidade, os agentes de fiscalização de trânsito de todo o Brasil, acompanhando o dia e horário da manifestação a ser realizada durante a manhã desta segunda-feira (30) em Araguaína, farão atividades em suas cidades.


Os profissionais de trânsito do Brasil acompanham e se manifestam por solidariedade e em luto, mas também para demonstrar insatisfação perante a falta de condições de trabalho que todos os agentes de trânsito estão submetidos.

Em Araguaína-TO o evento iniciou por volta das 9h00 e conta com apoio da Prefeitura, do órgão municipal de trânsito (AMTT), do Governo do Estado, do Detran/TO, da PRF, SAMU, Polícia Militar, Bombeiros, Polícia Civil e várias outras instituições como associação dos taxistas e moto-taxistas além de organismos da sociedade.

Assim, nesta mesma hora em todo o país, os trabalhadores de trânsito farão ato em defesa da VIDA e por melhores condições de trabalho.

Na capital paraense, Belém haverá adesão ao ato nacional, sendo que comboios saíram em direção à Praça Dom Pedro II, na Cidade Velha, para realização de um CIRENAÇO que terá a participação de agentes de fiscalização do Detran -PA, bem como de vários agentes municipais da SEMOB, onde na oportunidade, todos levarão um fita preta no braço esquerdo no que já está sendo considerado o “MAIO DE LUTO”.

Em abril e maio deste ano foram assassinados em Ananindeua e Abaetetuba respectivamente, os Agentes Raimundo Soares e Rui Rebelo, em decorrência do exercício de suas atividades funcionais pela segurança viária.

Profissionais que atuam na fiscalização de trânsito no sul e sudeste paraense também aderiram à manifestação que acontece no município de Marabá. De Parauapebas, se deslocaram ao município vizinho alguns agentes do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT).

Publicidade

Veja
Também