Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Transporte Público de Parauapebas volta a ser paralisado por falta de combustível

Parece até brincadeira, mas não é, o assunto é mais que sério! Parauapebas, uma das principais cidades do Pará e entre as mais ricas do Brasil, amanheceu nesta quarta-feira (24) sem o transporte público coletivo nas ruas. O motivo? Falta de combustível para abastecer os poucos micro-ônibus que ainda estão em funcionamento, tendo em vista que grande parte da frota da Central das Cooperativas, que administra o transporte local, está sucateada.

Vale ressaltar que no dia 22 de janeiro deste ano, os munícipes de Parauapebas já haviam sido prejudicados com uma paralisação, e pasmem, o motivo foi exatamente o mesmo, a falta de verba para adquirir combustível para abastecer os micro-ônibus. Naquela oportunidade, Francisco Brito, diretor da Central das Cooperativas disse: “Com o alto número de gratuidades asseguradas em lei, o transporte público de Parauapebas vem sentido grande impacto no faturamento. O município ainda não realizou o repasse de recursos para cobrir o alto número de passageiros que gozam do direito de gratuidade”.

De acordo com informações obtidas pela equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar, o motivo da paralisação atual é o mesmo da realizada em janeiro deste ano.

Atualmente, o transporte público de Parauapebas é criticado pela grande maioria dos usuários, que são insatisfeitos com a pequena quantidade de veículos, demora nas paradas e qualidades dos micro-ônibus, por exemplo.

Para o diretor da Central das Cooperativas, “as reclamações dos usuários do transporte público são legítimas, mas, temos como fator que dificulta investimentos nos carros a falta de repasse de recursos que deve ser feita pelo município, conforme medição das gratuidades; que no mês de outubro de 2023, por exemplo, chegou a 33.837, incluindo aí, PCD, idosos e outros amparados por leis municipais, quantidade que geraria R$ 160.685,00, (cento e sessenta mil, seiscentos e oitenta e cinco reais) aos cofres da cooperativa; valor ainda maior em agosto de 2023, 36.100 gratuidades e setembro de 2023, 34.255 gratuidades, se assemelhando nos demais meses”, relatou.

A reportagem do Portal Pebinha de Açúcar teve acesso aos dados de pagamentos por parte da Prefeitura Municipal de Parauapebas (PMP) para a Central das Cooperativas. De acordo com as informações, o Governo Municipal passa mensalmente cerca de R$ 300 mil para a Central, entre os valores que são referentes aos pagamentos de pessoas que usam o transporte gratuito ou meia passagem, como os estudantes, por exemplo, inclusive nesta quarta-feira, dia da paralisação, a Central teria recebido da PMP cerca de R$ 220 mil. As informações dão conta, que só em dezembro de 2022, o Governo Federal repassou para a Central das Cooperativas o valor de R$ 1 milhão.

Confira abaixo o vídeo gravado pela Central e divulgado nesta quarta-feira nas redes sociais:

 

Qual sua reação para esta matéria?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
4
+1
4
+1
9
Leia também no Portal Pebinha de Açúcar:

Deixe seu comentário